Clínicas de reabilitação podem fechar em Alagoas

Centenas de dependentes químicos correm o risco de ficar sem tratamento; sem receber repasses de verbas do governo de Alagoas e da Prefeitura de Maceió - comandados pelos tucanos Teotônio Vilela e Rui Palmeira -, as instituições ameaçam parar o atendimento; os atrasos chegam até a quatro meses; 

Clínicas de reabilitação podem fechar em Alagoas
Clínicas de reabilitação podem fechar em Alagoas
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Alagoas 247 - Diversas clínicas que tratam de dependentes químicos internados involuntariamente estão sem receber os repasses de verbas do estado de Alagoas e da Prefeitura de Maceió. Em dificuldades financeiras, algumas instituições ameaçam fechar as portas e centenas de dependentes podem ficar sem atendimento.

De acordo com a coordenadora do Fórum Permanente de Combate às Drogas, Noélia Costa, os atrasos variam entre três e quatro meses. “Essas clínicas precisam ter grande suporte porque dispõem de nutricionistas, psiquiatras, psicólogos e porque também precisam manter um padrão de qualidade, já que são fiscalizadas periodicamente pela ANVISA”, explicou.

As clínicas recebem por mês cerca de R$ 3,6 mil por cada paciente internado involuntariamente pelo Estado ou pelo Município. “Digamos que cada instituição dessas tenha 60 pessoas internadas. Imagine o valor que eles deixam de receber todo mês sem esses repasses. Isso é uma calamidade social e pública. Porque se esses tratamentos forem interrompidos e esses ‘meninos’ forem embora, toda a terapia pode ser em vão”, disse Noélia.

 “Algumas mulheres que têm filhos internados ligaram para mim desesperadas, angustiadas, temendo que seus filhos fiquem sem tratamento. Já os donos dos estabelecimentos estão em situações complicadas. Um deles estourou o cartão de crédito pessoal para custear as despesas da clínica e ainda está ameaçado de ter energia elétrica cortada, porque não conseguiu pagar a conta”, afirmou a coordenadora do Fórum.

As secretarias de Saúde do Estado e do Município confirmaram o atraso nos repasses, mas prometeram que os pagamentos serão regularizados até a próxima semana.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email