Clonagem de WhatsApp se alastra no Brasil

Ter o aplicativo de mensagens mais popular do país clonado se tornou prática recorrente. em solo brasileiro. A Polícia Federal faz um alerta aos usuários do WhatsApp para os riscos de clonagem ou sequestro da conta. Com acesso aos contatos dos usuários, os criminosos aplicam golpes financeiros, pedindo dinheiro e se passando pela vítima

WhatsApp
WhatsApp (Foto: Sputnik / Natalia Seliverstova)

247 - Ter o aplicativo de mensagens mais popular do país clonado se tornou prática recorrente. em solo brasileiro. A Polícia Federal faz um alerta aos usuários do WhatsApp para os riscos de clonagem ou sequestro da conta. Com acesso aos contatos dos usuários, os criminosos aplicam golpes financeiros, pedindo dinheiro e se passando pela vítima.

A reportagem do portal Uol destaca que "um levantamento feito pela empresa de cibersegurança PSafe, desenvolvedora de aplicativos de segurança, mostrou que houve mais de 134 mil tentativas de hackear ou clonar contas de WhatsApp apenas no primeiro semestre de 2019. Diariamente, 23 pessoas são vítimas de clonagem de contas em todo o País. Os golpes já atingiram 8,5 milhões de brasileiros."

A matéria ainda informa que "de acordo com a PF, o WhatsApp é clonado através de dados divulgados pela vítima em redes sociais ou sites de compra e venda. Os criminosos têm acesso ao número do telefone e o cadastram em outro celular. Após este processo, uma mensagem de texto com um código de liberação é enviado para o celular da vítima."

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247