Clube afasta ex-treinador da seleção olímpica acusado de abuso

O ex-treinador da seleção brasileira de ginástica olímpica Fernando de Carvalho Lopes foi afastado do Clube Movimento de Expansão Social Católica (Mesc); Lopes foi acusado por vários atletas de ter praticado abusos sexuais durante cerca de 15 anos; à época dos abusos, as vítimas eram crianças ou adolescentes

O ex-treinador da seleção brasileira de ginástica olímpica Fernando de Carvalho Lopes foi afastado do Clube Movimento de Expansão Social Católica (Mesc); Lopes foi acusado por vários atletas de ter praticado abusos sexuais durante cerca de 15 anos; à época dos abusos, as vítimas eram crianças ou adolescentes
O ex-treinador da seleção brasileira de ginástica olímpica Fernando de Carvalho Lopes foi afastado do Clube Movimento de Expansão Social Católica (Mesc); Lopes foi acusado por vários atletas de ter praticado abusos sexuais durante cerca de 15 anos; à época dos abusos, as vítimas eram crianças ou adolescentes (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Daniel Mello – Repórter da Agência Brasil

O ex-treinador da seleção brasileira de ginástica olímpica Fernando de Carvalho Lopes foi afastado do Clube Movimento de Expansão Social Católica (Mesc). Em reportagem veiculada domingo (29) pelo programa Fantástico, da TV Globo, Lopes foi acusado por vários atletas de ter praticado abusos sexuais durante cerca de 15 anos. Segundo a reportagem, à época dos abusos, as vítimas eram crianças ou adolescentes.

Em nota divulgada hoje (30), o Mesc informou que o treinador não participará de qualquer atividade no clube até a conclusão das investigações sobre o caso. “Considerando a gravidade das acusações que recaem sobre o colaborador Fernando de Carvalho Lopes, veiculadas pela mídia na data de ontem, o clube Mesc, por meio de sua administração, resolveu reforçar as cautelas anteriormente adotadas e determinou o afastamento do colaborador em questão de todas suas atividades nas dependências do Clube, até o final da apuração dos fatos pelas autoridades competentes.”

De acordo com a reportagem, Lopes tinha sido afastado da seleção brasileira em 2016 após os pais de um de seus alunos procurarem a polícia para denunciar o técnico, com base no relato do menino, então com 9 anos. A denúncia levou à abertura de uma investigação pela Polícia Civil e pelo Ministério Público de São Paulo. Além do caso que deu origem ao inquérito, a reportagem informou ter localizado 39 vítimas de abusos praticados pelo treinador. Entre elas, o ginasta Petrix Barbosa.

Segundo os relatos, o técnico usava sua posição para se aproveitar dos jovens, frequentando o banheiro junto com eles e tocando as partes íntimas dos meninos durante as instruções. Conforme as denúncias, em algumas situações, Lopes chegou a dormir na mesma cama de alguns dos atletas.

Em entrevista concedia por telefone à emissora, Lopes negou as acusações.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247