Collor é sócio de empresas que mais devem impostos no País

Reportagem publicada na Gazeta do Povo (PR) diz que o senador Fernando Collor (PTC-AL) é o parlamentar e sócio de empresas que mais deve ao País; débito com tributos e obrigações sociais chega a R$ 240 milhões; são R$ 113 milhões à Previdência e R$ 127 milhões em débitos não previdenciários; valor equivale a um quarto de todas as dívidas que parlamentares federais e suas empresas têm com o governo, que somam quase R$ 1 bilhão

Senador Fernando Collor (PTB-AL), presidente da CI, divulga a realização do Fórum Nacional de Infraestrutura, nos dias 27 e 28 de março deste ano
Senador Fernando Collor (PTB-AL), presidente da CI, divulga a realização do Fórum Nacional de Infraestrutura, nos dias 27 e 28 de março deste ano (Foto: Voney Malta)

Por eassim.net - Uma matéria assinada pelo repórter Fernando Jasper, da Gazeta do Povo (PR), diz textualmente que o senador alagoano Fernando Collor, agora réu na Lava Jato, é o parlamentar e sócio de empresas que mais deve ao País. O levantamento indica que parlamentares em empresas devem em torno de R$ 1 bilhão em tributos e obrigações sociais. A dívida de Collor chega a R$ 240 milhões, segundo o jornal paranaense.

Leia abaixo a reportagem na íntegra:

-O senador Fernando Collor (PTC-AL) é o parlamentar que mais deve ao país. O ex-presidente – e agora réu na Operação Lava Jato – é sócio de empresas que têm débitos de R$ 240 milhões inscritos na Dívida Ativa da União em situação irregular. Esse valor equivale a um quarto de todas as dívidas que parlamentares federais e suas empresas têm com o governo, que somam quase R$ 1 bilhão.

As empresas ligadas ao senador devem R$ 113 milhões à Previdência e R$ 127 milhões em débitos não previdenciários, principalmente impostos. As informações são da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN) e foram fornecidas ao Sindicato Nacional dos Procuradores da Fazenda Nacional (Sinprofaz) via Lei de Acesso à Informação.

BANCADA DO CALOTE: Veja a lista completa dos deputados e senadores que devem R$ 1 bilhão ao país

Essas são as dívidas que não foram renegociadas, não estão garantidas (por penhora, depósito, carta de finança ou seguro garantia) nem estão suspensas por decisão judicial. Empresas com esse tipo de débito não conseguem tirar certidão negativa e são impedidas de participar de licitações e pegar empréstimos em bancos públicos, entre outras restrições.

As dívidas em situação regular – ou seja, renegociadas, cobertas por garantia ou suspensas pela Justiça – das empresas de Collor são de R$ 23 milhões.

Quase todas as empresas que pertencem a Collor e têm dívidas com a União são da área da comunicação. As maiores dívidas irregulares são as da TV Gazeta de Alagoas (quase R$ 128 milhões) e da Gazeta de Alagoas (R$ 102 milhões).

Questionado em outras ocasiões sobre as dívidas, Collor respondeu que não participa diretamente da administração das empresas de sua família. À agência Repórter Brasil, ele disse, por meio da assessoria de imprensa, que acompanha os esforços da diretoria para assegurar a continuidade da atividade e garantir o emprego de funcionários, “ainda que sacrificando momentaneamente a pontualidade no cumprimento de algumas obrigações de natureza fiscal”.

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247