Collor reafirma compromisso com enfermeiros

No Dia Mundial dos Enfermeiros, comemorado nesta terça-feira (12), o senador Fernando Collor (PTB-AL) voltou a reafirmar o seu compromisso com a aprovação do projeto de lei que regulamenta a jornada de trabalho da categoria em 30 horas semanais; jornada de 30 horas é recomendada, inclusive, pela Organização Internacional do Trabalho das Nações Unidas (OIT); projeto tramita há 15 anos no Congresso Nacional e está apto para ser votado

No Dia Mundial dos Enfermeiros, comemorado nesta terça-feira (12), o senador Fernando Collor (PTB-AL) voltou a reafirmar o seu compromisso com a aprovação do projeto de lei que regulamenta a jornada de trabalho da categoria em 30 horas semanais; jornada de 30 horas é recomendada, inclusive, pela Organização Internacional do Trabalho das Nações Unidas (OIT); projeto tramita há 15 anos no Congresso Nacional e está apto para ser votado
No Dia Mundial dos Enfermeiros, comemorado nesta terça-feira (12), o senador Fernando Collor (PTB-AL) voltou a reafirmar o seu compromisso com a aprovação do projeto de lei que regulamenta a jornada de trabalho da categoria em 30 horas semanais; jornada de 30 horas é recomendada, inclusive, pela Organização Internacional do Trabalho das Nações Unidas (OIT); projeto tramita há 15 anos no Congresso Nacional e está apto para ser votado (Foto: Voney Malta)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Alagoas247 - O senador Fernando Collor de Mello (PTB) reafirmou, nesta terça-feira (12), Dia Mundial dos Enfermeiros, o compromisso de trabalhar pela aprovação do projeto de lei que regulamenta a jornada de trabalho da Enfermagem em 30 horas semanais. Diante do pleito dos profissionais da saúde, Collor fez um pronunciamento na tribuna do Senado, chamando atenção do Brasil para as necessidades da categoria. 

No discurso, o senador falou do débito do Legislativo em relação às reivindicações da categoria, referindo-se à morosidade na apreciação do projeto de lei de número 2.295/2000 - que regulamenta a jornada de trabalho da Enfermagem em 30 horas semanais para enfermeiros, técnicos e auxiliares. Existem aproximadamente 1,5 milhão de profissionais de enfermagem em atividade no Brasil.

Para Collor, é importante que a Câmara Federal coloque a matéria de votação o quanto antes. Ele lembrou que a jornada de 30 horas para esses profissionais é recomendada, inclusive, pela Organização Internacional do Trabalho das Nações Unidas (OIT). O projeto tramita há 15 anos no Congresso Nacional.

"Como se vê, trata-se de um verdadeiro descaso, uma autêntica desconsideração próxima à negligência, com os anseios mais do que justos dos trabalhadores da enfermagem", criticou ele. Com o objetivo de reforçar a importância da matéria, o senador enviou ofícios para os líderes partidários na Câmara Federal pedindo e cobrando a votação. 

Recentemente, Collor se reuniu com uma comissão do Sindicato dos Enfermeiros e Técnicos de Enfermagem do Estado de Alagoas (Sineal), que pediu ao senador engajamento na articulação e aprovação do projeto de lei. Collor se comprometeu a trabalhar para colocar a matéria em votação o quanto antes. 

"Assim que esse projeto em defesa dos enfermeiros chegar ao Senado, vamos tratá-lo com total prioridade. Essa categoria sempre se destacou pela capacidade e vontade de trabalhar, mesmo com as adversidades da profissão", expressou Collor.

Os representantes dos enfermeiros e técnicos de todo o Brasil afirmam que a definição das 30 horas semanais de trabalho é necessária para melhorar a qualidade do atendimento à população e reduzir os riscos cometidos pelos profissionais por causa de uma jornada excessiva.

De acordo com a assessoria técnica da Câmara Federal, o projeto se encontra apto para ser votado. Se aprovado, segue para apreciação dos senadores. Com a aprovação da matéria, os enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem e a parteiras teriam a mesma carga horária de trabalho de outros profissionais, como fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais e técnicos de radiologia.

Com gazetaweb.com

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247