Com BRT, viagem entre Brasília e Luziânia será 45 minutos mais rápida

Com eventual construção dos trilhos de Bus Rapid Transit (BRT) entre as duas localidades, viagem será mais curta e facilitará locomoção de moradores. Secretário estadual das Cidades, João Balestra, já apresentou o projeto ao Ministério das Cidades e também já requisitou ao Ibama as licenças ambientais necessárias. Após a concessão das licenças, o processo licitatório será aberto de imediato. A previsão é para conclusão da obra em 18 meses

Com eventual construção dos trilhos de Bus Rapid Transit (BRT) entre as duas localidades, viagem será mais curta e facilitará locomoção de moradores. Secretário estadual das Cidades, João Balestra, já apresentou o projeto ao Ministério das Cidades e também já requisitou ao Ibama as licenças ambientais necessárias. Após a concessão das licenças, o processo licitatório será aberto de imediato. A previsão é para conclusão da obra em 18 meses
Com eventual construção dos trilhos de Bus Rapid Transit (BRT) entre as duas localidades, viagem será mais curta e facilitará locomoção de moradores. Secretário estadual das Cidades, João Balestra, já apresentou o projeto ao Ministério das Cidades e também já requisitou ao Ibama as licenças ambientais necessárias. Após a concessão das licenças, o processo licitatório será aberto de imediato. A previsão é para conclusão da obra em 18 meses (Foto: Realle Palazzo-Martini)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Goiás 247_ Estudos preliminares da Secretaria Estadual das Cidades apontam para redução de 45 minutos no tempo de viagem entre a região administrativa de Santa Maria, no Distrito Federal, e o município de Luziânia com a eventual construção de trilhos de Bus Rapid Transit (BRT) entre as duas localidades.

O projeto para obra foi apresentado pelo governo de Goiás ao Ministério das Cidades e está em fase final de avaliação, mas nos bastidores a aprovação é dada como praticamente certa.

Na semana passada, o governador Marconi Perillo (PSDB) e o secretário das Cidades, João Balestra, requisitaram ao Ibama que delegue à Secretaria de Meio Ambiente a competência para conceder licenças ambientais para construção do BRT. Técnicos entendem que a Semarh viabilizará o licenciamento com maior celeridade. Após a concessão das licenças, o processo licitatório será aberto de imediato. A previsão é para conclusão da obra em 18 meses.

O BRT Santa Maria-Luziânia será a extensão do Expresso DF, já em execução com recursos do PAC da Mobilidade, que até a Copa de 2014 vai conectar a região administrativa ao Plano Piloto. A previsão é de que sejam transportadas 147.700 pessoas diariamente. Em paralelo, o governo de Goiás também negocia a construção de um BRT entre Ceilândia e Águas Lindas, para atender demanda de 85.600 pessoas.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email