Com investimento do Google, programa vai apoiar 50 mil mulheres na recuperação de negócios após a Covid-19

Um projeto do Google prevê acelerar 6.350 pequenas empresas lideradas por mulheres por meio de programas presenciais e online, após a pandemia da Covid-19

(Foto: Reprodução RME/Google)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Google destinará R$ 7,5 milhões nos próximos dois anos para ajudar mulheres e seus negócios a se recuperarem dos impactos econômicos causados pelo coronavírus. A ideia é que mais de 50 mil mulheres sejam beneficiadas. O investimento será destinado ao programa Potência Feminina, idealizado pelo Instituto Rede Mulher Empreendedora, com apoio do Google.org, braço filantrópico da gigante da tecnologia. O projeto prevê acelerar 6.350 pequenas empresas lideradas por mulheres por meio de programas presenciais e online.

Apenas na segunda quinzena de março, quando as medidas de isolamento começaram a ser adotadas no País, 7 milhões de mulheres deixaram a força de trabalho, apontaram dados da Pnad, do IBGE. O número é 40% maior ao dos homens na mesma condição e no mesmo período.

Fundadora do Instituto Rede Mulher Empreendedora, Ana Fontes reforçou que o impacto da Covid-19 "é ainda maior dentro do universo feminino, onde o acesso a crédito e a emprego é comprovadamente limitado". Os relatos foram publicados no jornal O Globo

De acordo com chefe de marketing do Google, Valdir Leme, "a crise gerada pela pandemia afeta a todos, mas de modo desigual, agravando ainda mais as disparidades presentes no Brasil". 

"Acreditamos que, por meio da tecnologia, podemos ajudar quem está sendo mais penalizado a superar os desafios de hoje e, ao mesmo tempo, dar condições para a retomada das atividades em um futuro próximo", disse. 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247