Com segurança em crise, secretário-executivo da SDS entrega o cargo

Com os indicadores do Pacto Pela Vida em declínio e o consequente aumento da violência, o secretário executivo da Secretaria de Defesa Social (SDS), Rodrigo Bastos, entregou o cargo alegando motivos particulares; ele será substituído pelo delegado da Polícia Federal Alexandre de Almeida Lucena, atual Superintendente Adjunto da Superintendência da PF no Estado; mudança na cúpula da SDS acontece poucos dias antes da Polícia Militar de Pernambuco, que pleiteia aumento salarial de 25%, realizar uma assembleia que pode resultar em uma greve da categoria

Com os indicadores do Pacto Pela Vida em declínio e o consequente aumento da violência, o secretário executivo da Secretaria de Defesa Social (SDS), Rodrigo Bastos, entregou o cargo alegando motivos particulares; ele será substituído pelo delegado da Polícia Federal Alexandre de Almeida Lucena, atual Superintendente Adjunto da Superintendência da PF no Estado; mudança na cúpula da SDS acontece poucos dias antes da Polícia Militar de Pernambuco, que pleiteia aumento salarial de 25%, realizar uma assembleia que pode resultar em uma greve da categoria
Com os indicadores do Pacto Pela Vida em declínio e o consequente aumento da violência, o secretário executivo da Secretaria de Defesa Social (SDS), Rodrigo Bastos, entregou o cargo alegando motivos particulares; ele será substituído pelo delegado da Polícia Federal Alexandre de Almeida Lucena, atual Superintendente Adjunto da Superintendência da PF no Estado; mudança na cúpula da SDS acontece poucos dias antes da Polícia Militar de Pernambuco, que pleiteia aumento salarial de 25%, realizar uma assembleia que pode resultar em uma greve da categoria (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Com os indicadores do Pacto Pela Vida em declínio e o consequente aumento da violência, o secretário executivo da Secretaria de Defesa Social (SDS), Rodrigo Bastos, entregou o cargo alegando motivos particulares.

Por meio de nota, a SDS informou que o delegado da Polícia Federal Alexandre de Almeida Lucena, atual Superintendente Adjunto da Superintendência da PF no Estado, assumirá o posto. Mudança na cúpula da SDS acontece poucos dias antes da Polícia Militar de Pernambuco, que pleiteia aumento salarial de 25%, realizar uma assembleia que pode resultar em uma greve da categoria.

A possibilidade de paralisação da PM foi confirmada pelo presidente da Associação de Cabos e Soldados, cabo Alberison Carlos, que disse esperar uma resposta positiva do governo sobre as reivindicações da categoria até esta quarta-feira (27). "A gente espera que o governo se sensibilize, nos dê uma resposta positiva, por que aí vamos deliberar com a tropa em assembleia e o que for decidido nós vamos seguir com esse propósito", disse Alberison a uma radio local.

Governo do Estado também marcou para a quarta-feira uma rodada de negociações com os policiais. Na última greve da Polícia Militar, em junho de 2014, foram registrados assaltos, arrastões e homicídios em série e o Exército foi chamado para colaborar com a segurança pública.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247