Comissão aprova regras para evitar tragédias como a da boate Kiss

A Comissão de Direitos Humanos aprovou um projeto que estabelece diretrizes visando medidas de prevenção e combate a incêndios; relator da proposta, senador Paulo Paim (PT-RS) lembrou que o projeto nasceu a partir de diligências feitas pelos parlamentares em Santa Maria (RS), onde  um incêndio na boate Kiss provocou a morte de 242 pessoas no ano passado; a iniciativa estabelece, por exemplo, que o planejamento urbano das cidades passe a observar normas especiais de prevenção e de combate a incêndios; estas normas abrangerão os locais ocupados por 100 ou mais pessoas, ou número menor caso só conte com uma rota de fuga

***FOTO EMBARGADA PARA JORNAIS DO RS E SC*** SANTA MARIA, RS, 27.01.2013. INCÊNDIO/MORTES/RS - Um incêndio iniciado por volta das 2h deste domingo já deixa pelo menos 90 mortos e 200 feridos na boate KISS, em Santa Maria, na região central do RS. A extima
***FOTO EMBARGADA PARA JORNAIS DO RS E SC*** SANTA MARIA, RS, 27.01.2013. INCÊNDIO/MORTES/RS - Um incêndio iniciado por volta das 2h deste domingo já deixa pelo menos 90 mortos e 200 feridos na boate KISS, em Santa Maria, na região central do RS. A extima (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Agência Senado - A Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) aprovou o PLC 33/2014, de autoria da deputada Elcione Barbalho (PMDB-PA), que estabelece diretrizes visando medidas de prevenção e combate a incêndios e desastres em áreas públicas.

A pedido do relator,  Paulo Paim (PT-RS), a proposta foi analisada em regime de urgência. O senador informou que esta negociando com o presidente do Senado, Renan Calheiros, a aprovação da matéria no Plenário antes do fim do ano.

Paim lembrou que o projeto nasceu a partir de diligências feitas pelos parlamentares em Santa Maria (RS) em fevereiro do ano passado, quando um incêndio na boate Kiss provocou a morte de 242 pessoas. A proposta foi então encampada na Câmara dos Deputados pela deputada Elcione Barbalho.

Medidas

O projeto estabelece que o planejamento urbano das cidade deverá passar a observar normas especiais de prevenção e de combate a incêndios. Estas normas abrangerão os locais ocupados por 100 ou mais pessoas, ou número menor caso só conte com uma rota de fuga.

O projeto atribui ao corpo de bombeiros a obrigação de planejar, vistoriar e fiscalizar, inclusive por meio de multas e embargos, as medidas de prevenção e combate a incêndios e desastres.

O projeto também determina a realização de fiscalizações periódicas pelo poder público municipal e pelo próprio corpo de bombeiros. Também prevê a inclusão, no prazo máximo de seis meses, de disciplinas relativas à prevenção e ao combate a incêndios e desastres nos cursos de graduação em engenharia e arquitetura e nos cursos de tecnologia e ensino médio correlatos.

Também determina que o município e o corpo de bombeiros deverão manter na Internet informações sobre os documentos de licenciamento. Ainda será exigido que cada local torne pública a sua capacidade máxima.

De acordo com o projeto, o não cumprimento das normas de segurança por parte de um estabelecimento poderá resultar em penas de detenção de seis meses a dois anos, além de multa.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247