Comissão vai investigar ataques a ônibus

Uma comissão formada por delegados vai investigar os quatro ataques a ônibus registrados nos últimos dias em Maceió; os alvos dos criminosos foram os veículos da empresa Real Alagoas, que teve dois ônibus incendiados dentro da própria garagem da empresa

Uma comissão formada por delegados vai investigar os quatro ataques a ônibus registrados nos últimos dias em Maceió; os alvos dos criminosos foram os veículos da empresa Real Alagoas, que teve dois ônibus incendiados dentro da própria garagem da empresa
Uma comissão formada por delegados vai investigar os quatro ataques a ônibus registrados nos últimos dias em Maceió; os alvos dos criminosos foram os veículos da empresa Real Alagoas, que teve dois ônibus incendiados dentro da própria garagem da empresa (Foto: Voney Malta)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Alagoas 247 - Uma comissão de delegados vai investigar os ataques a ônibus registrados nos últimos dias em Maceió. O grupo de profissionais que ficará responsável pela apuração dos casos foi designado pelo delegado-geral da Polícia Civil, Paulo Cerqueira. 

Ficarão responsáveis pelas investigações os delegados Mário Jorge Barros, gerente da Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic), Felipe Caldas, Guilherme Iusten e Vinícius Ferrari.

Desde a última sexta-feira (14), quatro ataques a coletivos foram registrados pela polícia na capital alagoana. Os alvos dos criminosos foram os veículos da empresa Real Alagoas, inclusive dois ônibus foram incendiados dentro da própria garagem da empresa, no bairro da Pitanguinha. 

Os nomes dos delegados que investigarão os casos devem ser publicados no Diário Oficial do Estado. 

Com gazetaweb.com e assessoria

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email