Confiança em Felipão é maior do que em 2002

Datafolha aponta que 68% dos torcedores apoiam o técnico da Seleção Brasileira; ele é disparado o treinador mais popular em véspera de Copa do Mundo; em 2010, 49% avaliavam o trabalho de Dunga como ótimo ou bom e, em 2006, Parreira foi aos 62%; a pesquisa mostra ainda que 68% acreditam que o Brasil chegará ao hexa e que 63% pretendem assistir ao torneio, que começa na quinta-feira (12) com o jogo entre Brasil e Croácia, no Itaquerão

Datafolha aponta que 68% dos torcedores apoiam o técnico da Seleção Brasileira; ele é disparado o treinador mais popular em véspera de Copa do Mundo; em 2010, 49% avaliavam o trabalho de Dunga como ótimo ou bom e, em 2006, Parreira foi aos 62%; a pesquisa mostra ainda que 68% acreditam que o Brasil chegará ao hexa e que 63% pretendem assistir ao torneio, que começa na quinta-feira (12) com o jogo entre Brasil e Croácia, no Itaquerão
Datafolha aponta que 68% dos torcedores apoiam o técnico da Seleção Brasileira; ele é disparado o treinador mais popular em véspera de Copa do Mundo; em 2010, 49% avaliavam o trabalho de Dunga como ótimo ou bom e, em 2006, Parreira foi aos 62%; a pesquisa mostra ainda que 68% acreditam que o Brasil chegará ao hexa e que 63% pretendem assistir ao torneio, que começa na quinta-feira (12) com o jogo entre Brasil e Croácia, no Itaquerão (Foto: Realle Palazzo-Martini)

247 - Pesquisa Datafolha divulgada neste domingo (8) pelo jornal Folha de S. Paulo mostra que o técnico da Seleção Brasileira de Futebol, Luiz Felipe Scolari, tem a maior aprovação pelos torcedores do que jamais outro treinador conseguiu. Felipão é mais popular agora o que no início da Copa de 2002, que daria o tetracampeonato ao Esquadrão Canarinho.

Segundo o levantamento, 68% dos entrevistados classificaram como ótimo ou bom o trabalho do técnico gaúcho, enquanto 14% o avaliam como regular e apenas 2% como ruim ou péssimo. O índice dos que não souberam responder foi de 16%. Em 2002, ele tinha 51% de aprovação após o primeiro jogo na Copa, em junho.

Em fevereiro de 2002, o apoio da torcida a Scolari era de 37%. A popularidade do técnico estava abalada após bater o pé e não convocar o craque Romário, contra os pedidos de analistas e aficionados por futebol.

Antes da Copa da África do Sul, em 2010, 49% avaliavam o trabalho de Dunga como ótimo ou bom. Em 2006, Parreira bateu nos 62%.

O Datafolha aponta ainda que 68% dos entrevistados acreditam que o Brasil será campeão. É também o maior índice. Em seguida vem a Alemanha, com 5%. Argentina e Espanha foram apontadas como candidatas por 3%.

Entre os entrevistados, 63% disseram que pretendem assistir aos jogos.

O Datafolha ouviu 4.337 pessoas em 207 municípios do Brasil entre 3 e 5 de junho e foi composto por eleitores com 16 anos ou mais. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247