Conheça 7 fatores para impulsionar o seu negócio

Em um cenário de recessão de mercado não é apenas a crise, mas também a falta de visão, que impacta um negócio; para o especialita e diretotr da Farmarcos (associação criada para administrar agrupamentos farmacêuticos e redes associativistas), Paulo Roberto Costa, são muitos os fatores que se conjugaram para a obtenção de melhores resultados pelas empresas; para tanto, ele elaborou uma lista com os sete pontos que considera essenciais para alavancar o seu negócio em tempos de crise

Em um cenário de recessão de mercado não é apenas a crise, mas também a falta de visão, que impacta um negócio; para o especialita e diretotr da Farmarcos (associação criada para administrar agrupamentos farmacêuticos e redes associativistas), Paulo Roberto Costa, são muitos os fatores que se conjugaram para a obtenção de melhores resultados pelas empresas; para tanto, ele elaborou uma lista com os sete pontos que considera essenciais para alavancar o seu negócio em tempos de crise
Em um cenário de recessão de mercado não é apenas a crise, mas também a falta de visão, que impacta um negócio; para o especialita e diretotr da Farmarcos (associação criada para administrar agrupamentos farmacêuticos e redes associativistas), Paulo Roberto Costa, são muitos os fatores que se conjugaram para a obtenção de melhores resultados pelas empresas; para tanto, ele elaborou uma lista com os sete pontos que considera essenciais para alavancar o seu negócio em tempos de crise (Foto: Paulo Emílio)

Farmarcas - Em um cenário de recessão de mercado, o que observo em diversos setores da economia é um grande desânimo, muitas vezes condizente com a realidade, em outras, representam um pouco de falta de visão dos empreendedores para o crescimento. Por isso, se torna relevante pontuar caminhos a serem tomados.

Lógico que são muitos os fatores que se conjugaram para a obtenção de melhores resultados pelas empresas. Contudo, existem alguns pontos em comum que podem ser replicados pelas empresas na busca de crescimento. Pensando nisso, acredito ser importante detalhar alguns deles:

1 – Dominar o negócio – O mercado não perdoa a falta de conhecimento. É importante que, antes de iniciar qualquer negócio, se tenha profundo conhecimento do ramo, suas peculiaridades, situação do mercado e concorrência, fatores que serão primordiais nas decisões estratégicas.

2 – Ter um perfil empreendedor – Muitos profissionais são sensacionais tecnicamente, mas são péssimos empreendedores. Ao ter um negócio, é importante saber lidar com as incertezas e adaptar-se às mudanças que acontecem por fatores externos e/ou internos. Estar sempre preparado para enfrentar imprevistos, sem medo, estar disposto a correr riscos e lidar com as consequências. Em poucas palavras: se deve tomar uma posição de protagonista nos negócios.

3 – Ter engajamento no seu negócio – Ser empresário de sucesso não requer apenas investimento financeiro, mas também a doação de esforços e de tempo. Não entenda por isso ter que ficar atrás de um balcão por doze horas, pois tomar a frente do operacional de nada vai resolver. É preciso ter uma visão ampla do negócio, quais são as necessidades implícitas e saber liderar, coordenar sua equipe para alcançar a meta.

4 – Tenha uma estratégia vencedora – Para atingir o sucesso, é necessário traçar metas e pensar estrategicamente em como atingi-las. Sendo assim, se torna primordial um bom planejamento de seu negócio, traçando rumos e ideias a fim de concretizar essa estratégia, como por exemplo, uma boa política de compra, que possibilitará estabelecer preços diferenciados do mercado.

5- Ter excelência em gestão – Um grande empreendedor tem seu negócio controlado de forma bastante assertiva, para tanto, é importante acompanhar todos os números que são relevantes para tomada de decisões, bem como os seus indicadores de desempenho. Além disso, é preciso saber interpretar os números para criar ações que possam corrigir qualquer deficiência ainda no seu início.

6- Não atuar sozinho – Esqueça a imagem do empreendedor solitário; hoje, com o espaço conquistado pelas grandes redes, o mercado se torna ainda mais acirrado, cruel e capaz de "engolir" facilmente os pequenos, pelo fraco poder que têm comparado aos grandes grupos. Os empresários devem buscar ações associativistas para sobreviver. Esse fato proporcionará um poder muito maior de negociação e a troca constante de conhecimento e estratégias de mercado.

7 – Busque ferramentas de apoio – Ferramentas de gestão fazem toda a diferença para as empresas, possibilitando simplificar ações que antes se mostravam complexas. Assim, é importante que se faça a diferença por meio do uso de ferramentas e de recursos tecnológicos. Por exemplo: ter um cadastro centralizado de compras, trabalhar com cartão fidelidade, etc.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247