Conselho de Ética aceitará processo contra Wyllys

Presidente do Conselho de Ética da Câmara dos Deputados, o baiano José Carlos Araújo (PR) afirma que vai dar andamento à representação que o PSC promete fazer contra o parlamentar Jean Wyllys (PSOL), que cuspiu em Jair Bolsonaro (PSC) na votação do impeachment da presidente Dilma Rousseff; "Estou esperando PSC entrar com a representação. Temos que respeitar o regimento. Quando chegar, grave ou não, eu tenho que dar andamento. Não posso segurar", disse Araújo; segundo ele, Wyllys "é reincidente" em processos no colegiado

Presidente do Conselho de Ética da Câmara dos Deputados, o baiano José Carlos Araújo (PR) afirma que vai dar andamento à representação que o PSC promete fazer contra o parlamentar Jean Wyllys (PSOL), que cuspiu em Jair Bolsonaro (PSC) na votação do impeachment da presidente Dilma Rousseff; "Estou esperando PSC entrar com a representação. Temos que respeitar o regimento. Quando chegar, grave ou não, eu tenho que dar andamento. Não posso segurar", disse Araújo; segundo ele, Wyllys "é reincidente" em processos no colegiado
Presidente do Conselho de Ética da Câmara dos Deputados, o baiano José Carlos Araújo (PR) afirma que vai dar andamento à representação que o PSC promete fazer contra o parlamentar Jean Wyllys (PSOL), que cuspiu em Jair Bolsonaro (PSC) na votação do impeachment da presidente Dilma Rousseff; "Estou esperando PSC entrar com a representação. Temos que respeitar o regimento. Quando chegar, grave ou não, eu tenho que dar andamento. Não posso segurar", disse Araújo; segundo ele, Wyllys "é reincidente" em processos no colegiado (Foto: Romulo Faro)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bahia 247 - Presidente do Conselho de Ética da Câmara, o deputado baiano José Carlos Araújo (PR) afirmou na tarde desta segunda-feira (18) que vai dar andamento à representação que o PSC (Partido Social Cristão) promete apresentar contra o deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ), que cuspiu em jair Bolsonaro (PSC-RJ) na votação do impeachment da presidente Dilma Rousseff no domingo (18).

"Estou esperando PSC entrar com a representação. Temos que respeitar o regimento. Quando chegar, grave ou não, eu tenho que dar andamento. Não posso segurar", disse Araújo ao Bahia Notícias.

Ainda de acordo com o presidente do Conselho de Ética, Wyllys "é reincidente" em processos no colegiado. No final de 2015, o deputado João Rodrigues (PSD-SC), após um bate-boca, representou contra Wyllys, que foi absolvido do processo.

No episódio com Bolsonaro, o deputado afirma que reagiu depois de ter sido chamado de "veado" pelo parlamentar que exalta a ditadura militar e é considerado homofóbico.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247