Conselho de Ética analisa pedido de cassação de Lereia

Ação contra Carlos Alberto Leréia (PSDB-GO) tem como base o relatório do deputado Jerônimo Goergen (PP-RS), que entende que houve quebra de decoro parlamentar nas suas relações com o contraventor Carlinhos Cachoeira 

Conselho de Ética analisa pedido de cassação de Lereia
Conselho de Ética analisa pedido de cassação de Lereia
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Conselho de Ética da Câmara dos Deputados vai analisar nesta quarta-feira o pedido de cassação do mandato do deputado Carlos Alberto Leréia (PSDB-GO).

Leréia admitiu no ano passado ser amigo do bicheiro Carlinhos Cachoeira e foi flagrado numa escuta telefônica feita pela Polícia Federal pedindo dinheiro a um operador do esquema de corrupção.

Em dezembro, o deputado Jerônimo Goergen (PP-RS), pediu a abertura do processo disciplinar contra Leréia, por entender que houve quebra de decoro parlamentar nas suas relações com o contraventor.

Segundo Goergen, “a relação comercial, com ganhos, entre Leréia e Cachoeira não é compatível com o mandato parlamentar”.

De acordo com o relator, Leréia teria alertado Cachoeira sobre uma investigação policial em trânsito, além de o parlamentar possuir uma aeronave em sociedade com o contraventor e usar telefone e cartão de crédito de propriedade de Cachoeira. Ele ressaltou ainda que Leréia não negou a relação.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247