Contra a reforma da previdência, ônibus param em Maceió

Os ônibus urbanos de Maceió deixaram de circular por volta de 10h desta quarta-feira (15); os rodoviários aderiram ao movimento nacional contra a reforma da Previdência proposta pelo governo do presidente Michel Temer (PMDB); dezenas de veículos ficaram parados na Rua do Comércio, no Centro;  trabalhadores, estudantes e membros da sociedade civil estão concentrados na Praça dos Martírios, também no Centro, para protestar contra as mudanças

Os ônibus urbanos de Maceió deixaram de circular por volta de 10h desta quarta-feira (15); os rodoviários aderiram ao movimento nacional contra a reforma da Previdência proposta pelo governo do presidente Michel Temer (PMDB); dezenas de veículos ficaram parados na Rua do Comércio, no Centro;  trabalhadores, estudantes e membros da sociedade civil estão concentrados na Praça dos Martírios, também no Centro, para protestar contra as mudanças
Os ônibus urbanos de Maceió deixaram de circular por volta de 10h desta quarta-feira (15); os rodoviários aderiram ao movimento nacional contra a reforma da Previdência proposta pelo governo do presidente Michel Temer (PMDB); dezenas de veículos ficaram parados na Rua do Comércio, no Centro;  trabalhadores, estudantes e membros da sociedade civil estão concentrados na Praça dos Martírios, também no Centro, para protestar contra as mudanças (Foto: Voney Malta)

Alagoas 247 - Os ônibus urbanos de Maceió deixaram de circular por volta de 10h desta quarta-feira (15), quando transportadores rodoviários aderiram ao movimento nacional contra a reforma da Previdência proposta pelo governo do presidente Michel Temer (PMDB).

Dezenas de veículos ficaram parados na Rua do Comércio, no Centro, enquanto trabalhadores, estudantes e membros da sociedade civil se concentravam na Praça dos Martírios para protestar contra as mudanças nas regras previdenciárias.

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários no Estado de Alagoas (Sinttro/AL), a paralisação deve se estender até as 12h.

Os rodoviários seguem a recomendação dos sindicatos de transportes e categorias de trabalhadores do país. Foram registrados protestos de rodoviários em estados como em São Paulo e no Paraná.

MOBILIZAÇÃO

Uma grande mobilização nacional contra a reforma da Previdência acontece nesta quarta-feira. Em Alagoas, além dos rodoviários, trabalhadores, estudantes e integrantes da sociedade civil organizada se reúnem para protestar contra as regras propostas pelo governo federal. 

Durante a mobilização, o Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Alagoas (Sinteal) faz um ato em alusão ao movimento nacional denominado greve geral da educação. Segundo o Sinteal, a adesão ao movimento foi definida em assembleia realizada no último dia 08 de março.

Com gazetaweb.com

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247