Contra a vontade popular, Ciro defende indiretas

Em vídeo, o pré-candidato à Presidência disse estar com o “coração apertado” ao pensar nos brasileiros que “têm o dissabor e a amargura de tomar uma notícia de tal vulgaridade com que as autoridades centrais do País deram-se ao desfrute e ao desrespeito à lei e às regras”. Para Ciro Gomes, o momento é de reflexão e de apego às regras básicas da Constituição, de entrar em debate e aguardar os desdobramentos, com paz, tranquilidade e vigilância, “para que a pressa na eventual resposta a essa chocante notícia não seja uma má conselheira”; assista

Em vídeo, o pré-candidato à Presidência disse estar com o “coração apertado” ao pensar nos brasileiros que “têm o dissabor e a amargura de tomar uma notícia de tal vulgaridade com que as autoridades centrais do País deram-se ao desfrute e ao desrespeito à lei e às regras”. Para Ciro Gomes, o momento é de reflexão e de apego às regras básicas da Constituição, de entrar em debate e aguardar os desdobramentos, com paz, tranquilidade e vigilância, “para que a pressa na eventual resposta a essa chocante notícia não seja uma má conselheira”; assista
Em vídeo, o pré-candidato à Presidência disse estar com o “coração apertado” ao pensar nos brasileiros que “têm o dissabor e a amargura de tomar uma notícia de tal vulgaridade com que as autoridades centrais do País deram-se ao desfrute e ao desrespeito à lei e às regras”. Para Ciro Gomes, o momento é de reflexão e de apego às regras básicas da Constituição, de entrar em debate e aguardar os desdobramentos, com paz, tranquilidade e vigilância, “para que a pressa na eventual resposta a essa chocante notícia não seja uma má conselheira”; assista (Foto: Rodrigo Rocha)

Ceará 247 - Em vídeo divulgado nas redes sociais nesta quinta-feira (18), o ex-ministro e pré-candidato à Presidência da República em 2018, Ciro Gomes (PDT), comentou as notícias de corrupção envolvendo o presidente Michel Temer (PMDB) e importantes aliados, como o senador Aécio Neves (PSDB). 

Ciro disse estar com o “coração apertado” ao pensar nos milhões de brasileiros que, após um dia difícil, “têm o dissabor e a amargura de tomar uma notícia de tal vulgaridade com que as autoridades centrais do País deram-se ao desfrute e ao desrespeito à lei e às regras”. 

Neste momento, o ex-governador do Ceará diz que é preciso reflexão e apego à Constituição. “Como é que chegamos a esse ponto? Qual é a nossa parte para corrigir isso para o futuro? Vamos aguardar e olhar para a Constituição. Nas horas de dificuldade, as nações civilizadas, maduras, se apegam às suas regras básicas. Ela tem as respostas todas”, refletiu.

O pedetista disse ainda que a hora é de entrar em debate e aguardar os desdobramentos, com paz, tranquilidade e vigilância, “para que a pressa na eventual resposta a essa chocante notícia não seja uma má conselheira”. 

Confira acima o vídeo completo.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247