Coordenador de presídio de Eunápolis é preso ao negociar transferência de detento

O coordenador de Segurança do Conjunto Penal de Eunápolis (CPE), Sydiney de Aguiar Almeida, foi preso em flagrante nesta terça-feira enquanto recebia R$ 5 mil que ele cobrou para transferir um detento de uma ala para outra, dentro do CPE; segundo o Ministério Público, a prisão foi fruto de uma operação do órgão, em conjunto com a Secretaria de Administração Penitenciária e de Ressocialização e as polícias Militar e Civil; além da prisão, foi cumprido um mandado de busca e apreensão na residência do coordenador de Segurança do conjunto penal

O coordenador de Segurança do Conjunto Penal de Eunápolis (CPE), Sydiney de Aguiar Almeida, foi preso em flagrante nesta terça-feira enquanto recebia R$ 5 mil que ele cobrou para transferir um detento de uma ala para outra, dentro do CPE; segundo o Ministério Público, a prisão foi fruto de uma operação do órgão, em conjunto com a Secretaria de Administração Penitenciária e de Ressocialização e as polícias Militar e Civil; além da prisão, foi cumprido um mandado de busca e apreensão na residência do coordenador de Segurança do conjunto penal
O coordenador de Segurança do Conjunto Penal de Eunápolis (CPE), Sydiney de Aguiar Almeida, foi preso em flagrante nesta terça-feira enquanto recebia R$ 5 mil que ele cobrou para transferir um detento de uma ala para outra, dentro do CPE; segundo o Ministério Público, a prisão foi fruto de uma operação do órgão, em conjunto com a Secretaria de Administração Penitenciária e de Ressocialização e as polícias Militar e Civil; além da prisão, foi cumprido um mandado de busca e apreensão na residência do coordenador de Segurança do conjunto penal (Foto: Romulo Faro)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sayonara Moreno – correspondente da Agência Brasil

O Ministério Público divulgou na tarde de hoje (9) que o coordenador de Segurança do Conjunto Penal de Eunápolis (CPE), Sydiney de Aguiar Almeida, "acaba de ser preso em flagrante", no interior da Bahia. Sydinei foi preso em flagrante enquanto recebia R$ 5 mil que ele cobrou para transferir um detento de uma ala para outra, dentro do CPE.

Segundo o MPE, a prisão foi fruto de uma operação do órgão, em conjunto com a Secretaria de Administração Penitenciária e de Ressocialização e as polícias Militar e Civil.

Além da prisão, foi cumprido um mandado de busca e apreensão na residência do coordenador de Segurança do conjunto penal. A operação tinha por objetivo identificar irregularidades no sistema penitenciário de todo o estado da Bahia.

O Ministério Público da Bahia não deu mais detalhes sobre a prisão. Também não divulgou para onde o detido foi encaminhado e quais serão os próximos trâmites da prisão, assim como da operação.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247