Coronel nega paralisação das forças policiais

O comandante-geral da Polícia Militar de Goiás, coronel Divino Alves, afirmou que não há menor possibilidade de paralisação por parte das forças policiais do Estado. O coronel se manifesta após boatos de que os policiais militares poderiam entrar em greve ainda esta semana; "Tem sido veiculado nas redes sociais e grupos de WhatsApp mensagens de áudio e texto que falam sobre possibilidade de paralisação das forças policiais em Goiás. Reafirmo que não existe a menor possibilidade de tal fato acontecer em nosso Estado. A Polícia Militar está nas ruas, realizando policiamento preventivo e ostensivo", diz o coronel

O comandante-geral da Polícia Militar de Goiás, coronel Divino Alves, afirmou que não há menor possibilidade de paralisação por parte das forças policiais do Estado. O coronel se manifesta após boatos de que os policiais militares poderiam entrar em greve ainda esta semana; "Tem sido veiculado nas redes sociais e grupos de WhatsApp mensagens de áudio e texto que falam sobre possibilidade de paralisação das forças policiais em Goiás. Reafirmo que não existe a menor possibilidade de tal fato acontecer em nosso Estado. A Polícia Militar está nas ruas, realizando policiamento preventivo e ostensivo", diz o coronel
O comandante-geral da Polícia Militar de Goiás, coronel Divino Alves, afirmou que não há menor possibilidade de paralisação por parte das forças policiais do Estado. O coronel se manifesta após boatos de que os policiais militares poderiam entrar em greve ainda esta semana; "Tem sido veiculado nas redes sociais e grupos de WhatsApp mensagens de áudio e texto que falam sobre possibilidade de paralisação das forças policiais em Goiás. Reafirmo que não existe a menor possibilidade de tal fato acontecer em nosso Estado. A Polícia Militar está nas ruas, realizando policiamento preventivo e ostensivo", diz o coronel (Foto: José Barbacena)

Goiás 247 - O comandante-geral da Polícia Militar de Goiás, coronel Divino Alves, afirmou que não há menor possibilidade de paralisação por parte das forças policiais do Estado. O coronel se manifesta após boatos de que os policiais militares poderiam entrar em greve ainda esta semana.

"Tem sido veiculado nas redes sociais e grupos de WhatsApp mensagens de áudio e texto que falam sobre possibilidade de paralisação das forças policiais em Goiás. Reafirmo que não existe a menor possibilidade de tal fato acontecer em nosso Estado. A Polícia Militar está nas ruas, realizando policiamento preventivo e ostensivo", diz o coronel.

"Estão a veicular áudios que nem do Estado de Goiás são. Áudios que foram veiculados em Minas Gerais. São mentiras e situaçãoes fraudulentas de pessoas mal intencionadas. A população de Goiás pode e deve confiar na Polícia Militar", afirmou comandante.

No final do ano passado, o governador Marconi Perillo (PSDB) cumpriu a promessa aos servidores da segurança pública e concedeu reajuste salarial de 13% em meio à crise nacional que afeta o País.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247