Coronel vê "incongruência" no aumento dos combustíveis

Para o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, deputado Ângelo Coronel (PSD), "há uma incongruência na política de reajustes no preço da gasolina praticada pelo governo federal"; ainda segundo Coronel, "a gasolina importada chega mais barata que a produzida no país"

Ângelo Coronel
Ângelo Coronel (Foto: Romulo Faro)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bahia 247 - Para o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), deputado Ângelo Coronel (PSD), "há uma incongruência na política de reajustes no preço da gasolina praticada pelo governo federal". Segundo Coronel, "a gasolina importada chega mais barata que a produzida no país".

A queixa do deputado foi apresentada ao ministro das Minas e Energia, Fernando Bezerra Filho, num restaurante da capital baiana, durante almoço do Grupo de Líderes Empresariais (Lide Bahia), nesta quinta-feira (27).

Coronel questionou ainda o ministro sobre o interesse da pasta em incentivar a população no uso de placas fotovoltaicas para captação de energia solar.

O presidente da Assembleia disse que o retorno do investimento no Brasil para aqueles que buscam esta energia limpa é de sete anos, e defendeu redução desse tempo.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247