Correia: a ideologia fascista do ódio será derrotada

O deputado estadual Rogério Correia (PT) repercutiu as manifestações realizadas neste sábado (29) contra o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL). "A ideologia fascista do ódio e a política econômica do capital financeiro internacional será derrotada", afirmou

Correia: a ideologia fascista do ódio será derrotada
Correia: a ideologia fascista do ódio será derrotada (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Minas 247 - O deputado estadual Rogério Correia (PT) repercutiu as manifestações realizadas neste sábado (29) contra o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL). "A ideologia fascista do ódio e a política econômica do capital financeiro internacional será derrotada", escreveu o parlamentar no Twitter.

Correia também criticou a gestão do PSDB em Minas Gerais. "Muito ainda precisa ser feito, e será feito, só não dá para retroceder com os tucanos. Se você me ajudar, vou continuar essa luta em Brasília, ajudando o presidente Haddad a revogar o congelamento das verbas para a educação, a manutenção do Fundeb e a retomada do Prouni, Fies etc", disse ele.

As mobilizações aconteceram por causa de posições misóginas e fascistas de Bolsonaro. O presidenciável já disse, por exemplo: "eu tenho 5 filhos. Foram 4 homens, a quinta eu dei uma fraquejada e veio uma mulher". A declaração foi concedida em palestra na Hebraica, no Rio de Janeiro, em abril do ano passado.

Em 2014, o parlamentar disse que não estupraria a colega Maria do Rosário (PT-RS) porque ela não merecia, após a parlamentar defender vítimas da Ditadura Militar (1964-1985).

Bolsonaro também defende a pena de morte, a Ditadura Militar (164-1985) e a posse de arma para a população.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247