Correia: “falam, falam, mas prova até agora nada”

O deputado estadual Rogério Correia (PT) voltou a criticar o julgamento do ex-presidente Lula pelo TRF4 no processo envolvendo o triplex no Guarujá (SP); "Falam, falam, mas prova até agora nada. Querem tirar o craque da partida, aquele cara que faz o gol, aquele cara que garante a vitória", disse Correia   

Rog�rio Correia (deputado estadual PT/MG)
Rog�rio Correia (deputado estadual PT/MG) (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Minas 247 - O deputado estadual Rogério Correia (PT) voltou a criticar o julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região no processo envolvendo o triplex no Guarujá (SP).

De acordo com o parlamentar, a mobilização é em defesa da democracia e de Lula, "o presidente mais popular da história brasileira". F"alam, falam, mas prova até agora nada. Querem tirar o craque da partida, aquele cara que faz o gol, aquele cara que garante a vitória", disse Correia em sua conta no Twitter.

Um detalhe curioso do processo é que, quando Ministério Público denunciou Lula, em setembro de 2016, um dos procuradores, Henrique Pozzobon, admitiu não existir "prova cabal" de que o petista é "proprietário no papel" do tripléx. 

"Precisamos dizer desde já que, em se tratando da lavagem de dinheiro, ou seja, em se tratando de uma tentativa de manter as aparências de licitude, não teremos aqui provas cabais de que Lula é o efetivo proprietário no papel do apartamento, pois justamente o fato de ele não figurar como proprietário do tríplex, da cobertura em Guarujá é uma forma de ocultação, dissimulação da verdadeira propriedade", disse ele.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE

Apoie o 247

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email