Cotado para vice, Dertins fala em “total apoio” a Sandoval

Apesar da ala do PPS que defende uma ida do partido para a oposição Palácio Araguaia, como o deputado estadual Manoel Queiroz e o recém-filiado procurador Mário Lúcio Avelar, o presidente do PPS vem consolidando a cada dia sua posição de apoio à base governista na Assembleia Legislativa; cauteloso, Dertins prefere dizer que a decisão é do governador Sandoval Cardoso, mas não esconde o desejo “ajudar como for preciso” na eleição do colega de parlamento; “Existe uma disposição muito grande de ser parceiro desse processo, independente de como vou atuar. [Sandoval Cardoso] tem meu total apoio para as eleições indiretas”, disse

Apesar da ala do PPS que defende uma ida do partido para a oposição Palácio Araguaia, como o deputado estadual Manoel Queiroz e o recém-filiado procurador Mário Lúcio Avelar, o presidente do PPS vem consolidando a cada dia sua posição de apoio à base governista na Assembleia Legislativa; cauteloso, Dertins prefere dizer que a decisão é do governador Sandoval Cardoso, mas não esconde o desejo “ajudar como for preciso” na eleição do colega de parlamento; “Existe uma disposição muito grande de ser parceiro desse processo, independente de como vou atuar. [Sandoval Cardoso] tem meu total apoio para as eleições indiretas”, disse
Apesar da ala do PPS que defende uma ida do partido para a oposição Palácio Araguaia, como o deputado estadual Manoel Queiroz e o recém-filiado procurador Mário Lúcio Avelar, o presidente do PPS vem consolidando a cada dia sua posição de apoio à base governista na Assembleia Legislativa; cauteloso, Dertins prefere dizer que a decisão é do governador Sandoval Cardoso, mas não esconde o desejo “ajudar como for preciso” na eleição do colega de parlamento; “Existe uma disposição muito grande de ser parceiro desse processo, independente de como vou atuar. [Sandoval Cardoso] tem meu total apoio para as eleições indiretas”, disse (Foto: Aquiles Lins)

Tocantins 247 – O deputado estadual e presidente do PPS no Tocantins, Eduardo do Dertins, vem sendo o nome mais cotado para concorrer como vice-governador ao lado do governador interino Sandoval Cardoso (SD) nas eleições indireta de 4 de maio.

Apesar da ala do PPS que defende uma ida do partido para a oposição Palácio Araguaia, como o deputado estadual Manoel Queiroz e o recém-filiado procurador Mário Lúcio Avelar, o presidente do PPS vem consolidando a cada dia sua posição de apoio à base governista na Assembleia Legislativa.

Uma candidatura de Eduardo do Dertins a vice-governador pela chapa governista poria por terra os planos de alguns articuladores da oposição ao governo em lançar o procurador Mário Lúcio Avelar como candidato nas eleições indiretas como um modo de pressionar o deputado a votar no nome de seu partido.

Cauteloso, Dertins prefere dizer que a decisão é do governador Sandoval Cardoso, mas não esconde o desejo “ajudar como for preciso” na eleição do colega de parlamento. “Existe uma disposição muito grande de ser parceiro desse processo, independente de como vou atuar. [Sandoval Cardoso] tem meu total apoio para as eleições indiretas”, disse o deputado ao Portal CT (leia aqui).

Caso se confirmem as expectativas e a eventual chapa Sandoval-Eduardo receba a maioria dos votos dos deputados estaduais, o PPS voltará a ocupar o segundo cargo mais importante do Estado depois de quase cinco anos, depois do ex-vice-governador Paulo Sidnei, que foi cassado junto com Marcelo Miranda em 2009. 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247