Covid-19: Oxfam Brasil lança ação para famílias vulneráveis em cidades brasileiras

O objetivo da Oxfam Brasil é chegar a mil famílias e R$ 1,2 milhão em doações durante 100 dias para responder ao impacto do coronavírus na vida das pessoas em situação de maior vulnerabilidade nas cidades de Recife, São Paulo, Rio de Janeiro e também no Distrito Federal

(Foto: REUTERS/Pilar Olivares)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Oxfam Brasil está fazendo uma ação humanitária em três cidades brasileiras e no Distrito Federal para responder ao impacto do coronavírus na vida das pessoas em situação de maior vulnerabilidade. É a primeira vez que a instituição faz uma ação humanitária no País. A meta é atingir 1.000 famílias que se encontram em situação de vulnerabilidade nas cidades de Recife (PE), São Paulo, Rio de Janeiro e Distrito Federal. O objetivo é chegar a mil famílias e R$ 1,2 milhão em doações em 100 dias. 

As famílias receberão vales-alimentação, durante quatro meses, para que possam se manter e estruturar suas vidas em meio à crise econômica provocada pela pandemia de coronavírus. Os cartões de vale-alimentação terão valores que variam de R$ 259,00 a R$ 320,00 – 60% do valor de uma cesta básica no mês de março/2020 (DIEESE), para cada um dos estados. 

A Oxfam Brasil informou que iniciará uma campanha da doação no site da entidade "para que as pessoas possam exercer a solidariedade necessária para impedir que milhares de famílias sejam empurradas a fome". 

A Confederação Oxfam – da qual a Oxfam Brasil participa juntamente com outras 19 organizações nacionais e independentes - tem uma atuação já consagrada de ajuda humanitária, atuando em cerca de 60 países em campos de refugiados e em desastres climáticos. 

De acordo com o site disponibilizado pelo governo federal para atualizações de dados na pandemia, o estado de São Paulo tem 123.483 mil confirmações e 8.276 mortes provocadas pela doença. O estado do Rio tem 59.240 casos e 6.010 óbitos. Em Pernambuco são 36.463 pessoas diagnosticadas e 3.012 mortas com a doença. O Distrito Federal registrou 12.020 casos e 191 falecimentos. Em nível nacional são 584 mil casos e 32,5 mil óbitos.

Na plataforma Worldometers, que apresenta estatísticas dos mais de 200 países afetados pela pandemia, o Brasil está em segundo lugar no ranking de confirmações (590,4 mil) e em quarto na quantidade de mortes (32,6 mil). Em nível global são 6,6 milhões de casos e 388,9 mil óbitos. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email