CPI da Telefonia poderá ser instalada em 14 Estados

Estarão na mira dos parlamentos estaduais as empresas Claro, Oi, Tim e Vivo; comissões serão formadas nas próximas duas semanas; uma campanha de protesto contra as telefonias ocorrerá no dia 1º de abril, Dia da Mentira; “vamos defender que todos desliguem seus aparelhos celulares das 12h às 13h, para demonstrar a insatisfação com os serviços de todas as operadoras”, afirma o deputado estadual de Sergipe, Augusto Bezerra; para ele, empresas de telefonia são "caixa preta” e "atuam em sistema de cartel"

CPI da Telefonia poderá ser instalada em 14 Estados
CPI da Telefonia poderá ser instalada em 14 Estados
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sergipe 247 – A União Nacional dos Legislativos Estaduais (Unale) definiu que os parlamentos de 14 Estados do Brasil darão início a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para fiscalizar e questionar os serviços prestados pelas operadoras de telefonia. Estarão na mira dos parlamentos as empresas Claro, Oi, Tim e Vivo.

“Todos os 14 Estados vão fiscalizar o péssimo trabalho de prestação de serviços. Em cada Assembleia Legislativa, um deputado ficará responsável por coletar as assinaturas”, afirmou o deputado estadual de oposição, Augusto Bezerra (DEM). Ele iniciou já na manhã desta segunda-feira (25), a coleta das assinaturas.

Ele explica que será realizada uma campanha de protesto contra as telefonias, no dia 1º de abril, Dia da Mentira. “Vamos defender que todos desliguem seus aparelhos celulares das 12h às 13h, para demonstrar a insatisfação com os serviços de todas as operadoras”, disse Bezerra.

De acordo com o parlamentar, existe uma “caixa preta” das operadoras, que seriam pouco transparentes na divulgação de informações sobre a prestação dos serviços e o valor das tarifas. “Tem o aumento abusivo das tarifas e a falta de um atendimento qualificado. Para se ter uma ideia, todas às vezes que as ligações caem, quando a pessoa retorna, é cobrada uma tarifa diferenciada. Ninguém sabe, por exemplo, o número das mensagens, torpedos, quando é cobrado de deslocamento. Existe uma verdadeira caixa preta das operadoras. Elas atuam em sistema de cartel. E somente com uma fiscalização de técnicos que conhecem a área, com a força da CPI, a gente vai obter informações concretas sobre a realidade”, ressalta.

A Unale disponibilizará advogados e técnicos para as Assembleias Legislativas, para assessorar os deputados nos encaminhamentos das CPIs. A expectativa da entidade é montar as 14 comissões em até duas semanas. Em Sergipe, Augusto Bezerra diz que esperar contar com as assinaturas dos 24 deputados estaduais, além do apoio da Ordem dos Advogados do Brasil, do Ministério Público e dos órgãos de defesa do consumidor.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email