Cresce a insatisfação com os serviços públicos

Levantamento realizado pelo Instituto de Pesquisa da Faculdade Maurcio de Nassau indica que 27,7% dos recifenses esto insatisfeitos e 15,7% muito insatisfeitos com o servio pblico oferecido na capital pernambucana

Cresce a insatisfação com os serviços públicos
Cresce a insatisfação com os serviços públicos (Foto: Rodrigues Pozzebom/ABr, Noah Strycker/Shutterstock e Andréa Rêgo Barros/247)

PE247 – A maioria dos moradores do Recife está infeliz com a prestação dos serviços públicos. É o que Índice de Felicidade dos Recifenses (IFR), aferido pelo Instituto de Pesquisa da Faculdade Maurício de Nassau. Conforme os dados coletados pelo levantamento, 27,7% dos recifenses estão insatisfeitos e 15,7% muito insatisfeitos com o serviço público oferecido na capital pernambucana. O resultado encerra uma sequência positiva que vinha sendo registrada nos últimos quatro meses.

O dado preocupa ainda mais porque o Índice de Felicidade dos Recifenses apresentou queda de 1,76 pontos em relação a janeiro, atingindo o segundo nível mais baixo dos últimos seis meses. Seis das sete variáveis estudadas na pesquisa apresentaram redução no nível de satisfação de janeiro para fevereiro.

A variável com maior redução foi a satisfação com o trabalho, que diminuiu 0,25 ponto ficando com 51%, seguido pelo nível de satisfação do convívio com o próximo que se reduziu 0,08, (68,4%) .

Curiosamente, a satisfação com a vida financeira atingiu seu patamar máximo em dezembro – mês que registra o pagamento de benefícios extras, como o 13º salário -, e desde então vem gradativamente se reduzindo. “Embora a satisfação em relação a vida financeira seja ligeiramente favorável as mulheres, no entanto em relação ao trabalho, existe um menor percentual de satisfação quando comparado a satisfação do gênero masculino,” revela o coordenador da pesquisa e economista do Instituto de Pesquisa da Faculdade Maurício de Nassau, Djalma Guimarães.

A pesquisa levantou que 65,9 % das mulheres estão satisfeitas com a vida financeira, enquanto 65,8% dos homens afirmaram estar satisfeitos.

A única variável que apresentou elevação em relação ao mês de janeiro foi a satisfação com a família (0,06) pontos.

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247