"Crime organizado está sob segurança do Estado"

Deputado Yulo Oiticica, do PT, falou da "necessidade" de bloquear sinal de celular nos presídios e fez declaração polêmica sobre o Estado, que está sob poder de seu partido; "Na verdade, existem multinacionais do crime. Eles são extremamente organizados. Estamos debatendo uma legislação sobre o sinal de celular dentro dos presídios. Muitas vezes, o comando do crime organizado está sob a segurança do Estado, com essa permissão do sinal de celular nos presídios"

Semin�rio sobre a Pol�tica da Juventude da Bahia
Na foto: Yulo Oiticica, Presidente da frente Parlamentar da Juventude da Bahia e Deputado Estadual PT/BA
Foto: Mateus Pereira/AGECOM
Semin�rio sobre a Pol�tica da Juventude da Bahia Na foto: Yulo Oiticica, Presidente da frente Parlamentar da Juventude da Bahia e Deputado Estadual PT/BA Foto: Mateus Pereira/AGECOM (Foto: Romulo Faro)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bahia 247 - Membro do PT da presidente Dilma Rousseff e do governador Jaques Wagner, o deputado estadual Yulo Oiticica deu declaração um tanto quanto curiosa sobre fato de o crime organizado ter ligação direta entre as ruas e o interior dos presídios brasileiros.

Em entrevista à rádio Metrópole, nesta segunda-feira, o petista, que tem como bandeira eleitoral os direitos humanos, falou da "necessidade" de bloquear sinal de celular nos presídios.

"Na verdade, existem multinacionais do crime. Eles são extremamente organizados. Estamos debatendo uma legislação sobre o sinal de celular dentro dos presídios. É preciso que toda a sociedade se articule neste sentido: combater o crime é uma função de todos. Muitas vezes, o comando do crime organizado está sob a segurança do Estado, com essa permissão do sinal de celular nos presídios".

Mais especificamente sobre a Bahia, o deputado bateu duro no sistema prisional. "Eu conheço todos os presídios da Bahia e, de fato, é um grande verdade. Nossas estruturas de cadeia estão longe de serem espaços para a ressocialização de presos".

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email