Crise na segurança não afeta movimento no comércio

Apesar da onda de ataques iniciada na quarta-feira (19) a delegacias, veículos e bancos, em Fortaleza, os problemas de insegurança enfrentados pela população não afetaram o movimento no comércio e serviços; shoppings, hotéis e barracas de praia tiveram movimentação até melhor do que no mesmo período do ano passado; apenas os comerciantes do Centro da capital decidiram não abrir as suas lojas

Apesar da onda de ataques iniciada na quarta-feira (19) a delegacias, veículos e bancos, em Fortaleza, os problemas de insegurança enfrentados pela população não afetaram o movimento no comércio e serviços; shoppings, hotéis e barracas de praia tiveram movimentação até melhor do que no mesmo período do ano passado; apenas os comerciantes do Centro da capital decidiram não abrir as suas lojas
Apesar da onda de ataques iniciada na quarta-feira (19) a delegacias, veículos e bancos, em Fortaleza, os problemas de insegurança enfrentados pela população não afetaram o movimento no comércio e serviços; shoppings, hotéis e barracas de praia tiveram movimentação até melhor do que no mesmo período do ano passado; apenas os comerciantes do Centro da capital decidiram não abrir as suas lojas (Foto: Voney Malta)

Ceará 247 – Neste feriadão, os problemas de insegurança enfrentados pelos moradores de Fortaleza não afetaram o movimento no comércio e serviços.

Shoppings, hotéis e barracas de praia tiveram movimentação até melhor do que no mesmo período do ano passado, o que surpreendeu muita gente. A exceção só foi percebida no comércio do Centro de Fortaleza.

Os lojistas, após a onda de ataques a veículos a delegacias e bancos iniciada na quarta-feira (19), desistiram de abrir os sues negócios, segundo reportagem do opovo.com.br (leia aqui).

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247