'Cunha está pervertendo a Constituição brasileira'

Em ato organizado contra o impeachment, em Alagoinhas, no domingo (13), o deputado estadual Joseildo Ramos (PT) criticou a tentativa de golpe orquestrada pelo PSDB e pelo presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, e acusou o peemedebista de desrespeitar as instituições brasileiras; "A justiça precisa reinar, seja lá com quem for, mas existe um cidadão chamado Eduardo Cunha que já deveria estar preso há muito tempo. Esse homem está pervertendo a Constituição brasileira, desrespeitando a população em torno dos seus interesses. O Brasil está parado, a economia está sendo destroçada em função do interesse de uma única pessoa"

Em ato organizado contra o impeachment, em Alagoinhas, no domingo (13), o deputado estadual Joseildo Ramos (PT) criticou a tentativa de golpe orquestrada pelo PSDB e pelo presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, e acusou o peemedebista de desrespeitar as instituições brasileiras; "A justiça precisa reinar, seja lá com quem for, mas existe um cidadão chamado Eduardo Cunha que já deveria estar preso há muito tempo. Esse homem está pervertendo a Constituição brasileira, desrespeitando a população em torno dos seus interesses. O Brasil está parado, a economia está sendo destroçada em função do interesse de uma única pessoa"
Em ato organizado contra o impeachment, em Alagoinhas, no domingo (13), o deputado estadual Joseildo Ramos (PT) criticou a tentativa de golpe orquestrada pelo PSDB e pelo presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, e acusou o peemedebista de desrespeitar as instituições brasileiras; "A justiça precisa reinar, seja lá com quem for, mas existe um cidadão chamado Eduardo Cunha que já deveria estar preso há muito tempo. Esse homem está pervertendo a Constituição brasileira, desrespeitando a população em torno dos seus interesses. O Brasil está parado, a economia está sendo destroçada em função do interesse de uma única pessoa" (Foto: Romulo Faro)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bahia 247 - Em ato organizado contra o impeachment, em Alagoinhas, no domingo (13), o deputado estadual Joseildo Ramos (PT) criticou a tentativa de golpe orquestrada pelo PSDB de Aécio Neves e pelo presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e acusou o peemedebista de desrespeitar as instituições brasileiras.

"A justiça precisa reinar, seja lá com quem for, mas existe um cidadão chamado Eduardo Cunha que já deveria estar preso há muito tempo. Esse homem está pervertendo a Constituição brasileira, desrespeitando a população em torno dos seus interesses. O Brasil está parado, a economia está sendo destroçada em função do interesse de uma única pessoa", disse Joseildo.

Segundo o deputado, cerca de 600 pessoas de diversas partes do estado estiveram na Câmara de Vereadores de Alagoinhas em sua plenária. Com presença de prefeitos do partido, lideranças comunitárias, políticas e da deputada federal Moema Gramacho (PT), a plenária foi marcada por manifestações de apoio à presidente Dilma Rousseff.

A deputada federal Moema Gramacho (PT) comemorou a adesão à plenária, e afirmou que o número de participantes era maior do que o registrado nas manifestações em Salvador. Moema também criticou 'as chantagens' de Eduardo Cunha.

"Nós subimos a rampa do Planalto de cabeça erguida. Não vamos descer essa mesma rampa expulsas".

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email