Cunha nomeia comissão para avaliar saúde de Cid

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), anunciou na nesta quarta-feira, 11, que remarcou para o próximo dia 18 a convocação do ministro da Educação, Cid Gomes (Pros). O cearense foi internado nesta última terça-feira, 10, no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. Cunha também informou que designou uma comissão formada por parlamentares médicos que deverão avaliar a saúde do ministro

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), anunciou na nesta quarta-feira, 11, que remarcou para o próximo dia 18 a convocação do ministro da Educação, Cid Gomes (Pros). O cearense foi internado nesta última terça-feira, 10, no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. Cunha também informou que designou uma comissão formada por parlamentares médicos que deverão avaliar a saúde do ministro
O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), anunciou na nesta quarta-feira, 11, que remarcou para o próximo dia 18 a convocação do ministro da Educação, Cid Gomes (Pros). O cearense foi internado nesta última terça-feira, 10, no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. Cunha também informou que designou uma comissão formada por parlamentares médicos que deverão avaliar a saúde do ministro (Foto: Renata Paiva)

Ceará 247 - O ministro da Educação, Cid Gomes (Pros), havia sido convocado para prestar esclarecimentos nesta quarta-feira, 11, na Câmara dos Deputados, sobre uma declaração polêmica de que a Casa tem "uns 400 deputados, 300 deputados achacadores”. Na manhã desta quarta, a assessoria do ministério protocolou na Câmara um pedido de adiamento da convocação. Cid apresentou atestado médico. Cid foi diagnosticado com sinusite, traqueobronquite aguda e pneumopatia. Ele foi medicado com antibióticos, corticosteroides e medidas fisioterápicas.

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB), anunciou que a convocação do ministro Cid Gomes foi remarcada para a próxima quarta-feira, 18, às 15 horas. Ainda na quarta, o PMDB, através do presidente da Casa, defendeu que seja criada uma comissão de parlamentares médicos, para verificar “in loco” a condição de saúde do ministro. Foram designados os seguintes deputados: André Fufuca (PEN-MA), Juscelino Filho (PRP-MA), Manoel Junior (PMDB-PB) e Marquinho Mendes (PMDB-RJ).

 “Eu acho que o ministro deve explicações para esta Casa. Se eventualmente ele ficou doente, e for verdade que ele ficou doente, ele vai ter oportunidade de vir na próxima quarta.  Nós vamos designar uma comissão para poder ir lá e verificar a real situação. Até porque a ausência de ministro de Estado convocado na data combinada importa em crime de responsabilidade”, disse o presidente da Câmara.

Notificação

A Procuradoria Parlamentar da Câmara dos Deputados entrou com uma notificação contra o ministro da Educação, Cid Gomes, no Supremo Tribunal Federal, nesta quarta-feira, 11. “Queremos que o ministro esclareça as acusações feitas semana passada aos deputados”, afirmou o Procurador Parlamentar, deputado Claudio Cajado (DEM-BA).

O ministro não compareceu à Câmara ontem, quando estava marcada reunião para que ele explicasse a declaração em que teria dito que há no Congresso “300 ou 400 achacadores” que se aproveitam da fragilidade do governo. Ele enviou atestado médico para justificar sua ausência.

A convocação foi remarcada para a próxima quarta-feira. A Procuradoria aguarda o esclarecimento para viabilizar as demais medidas judiciais.

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247