CUT e FUP fazem ato em defesa da Petrobras nesta sexta

CUT, FUP e outros movimentos sociais ligados à Frente Brasil Popular realizam nesta sexta-feira, 24, um ato em defesa da Petrobras e do pré-sal; ação está programada para iniciar às 10h, na altura do nº 901, da Avenida Paulista, em frente ao prédio da estatal; segundo a CUT, desde que assumiu o governo interino por meio de um golpe, o vice-presidente Michel Temer e sua equipe ministerial têm atuado para promover o desmonte de uma das principais empresas públicas do País; "Com Temer, a soberania das empresas estatais estão sob ameaça, atingindo novamente a democracia brasileira e o ataque aos direitos dos trabalhadores", disse a central

CUT, FUP e outros movimentos sociais ligados à Frente Brasil Popular realizam nesta sexta-feira, 24, um ato em defesa da Petrobras e do pré-sal; ação está programada para iniciar às 10h, na altura do nº 901, da Avenida Paulista, em frente ao prédio da estatal; segundo a CUT, desde que assumiu o governo interino por meio de um golpe, o vice-presidente Michel Temer e sua equipe ministerial têm atuado para promover o desmonte de uma das principais empresas públicas do País; "Com Temer, a soberania das empresas estatais estão sob ameaça, atingindo novamente a democracia brasileira e o ataque aos direitos dos trabalhadores", disse a central
CUT, FUP e outros movimentos sociais ligados à Frente Brasil Popular realizam nesta sexta-feira, 24, um ato em defesa da Petrobras e do pré-sal; ação está programada para iniciar às 10h, na altura do nº 901, da Avenida Paulista, em frente ao prédio da estatal; segundo a CUT, desde que assumiu o governo interino por meio de um golpe, o vice-presidente Michel Temer e sua equipe ministerial têm atuado para promover o desmonte de uma das principais empresas públicas do País; "Com Temer, a soberania das empresas estatais estão sob ameaça, atingindo novamente a democracia brasileira e o ataque aos direitos dos trabalhadores", disse a central (Foto: Aquiles Lins)

247 - Central Única dos Trabalhadores (CUT) e Federação Única dos Petroleiros (FUP), junto com outros movimentos sociais ligados à Frente Brasil Popular, realizam nesta sexta-feira, 24, um ato em defesa da Petrobras e do Pré-Sal. A ação está programada para iniciar às 10h, na altura do nº 901, da Avenida Paulista, em frente ao prédio da estatal.

As entidades repudiam as medidas anunciadas pelo governo interino de Michel Temer (PMDB) de abrir a exploração do Pré-Sal para as multinacionais. "Quando Temer anunciou que irá priorizar a aprovação do Projeto de Lei 4567/16, que tira da Petrobrás a garantia de ser a operadora única do Pré-Sal e de ter participação mínima de 30% nos campos licitados, deu o primeiro passo para acabar com o regime de partilha, conquistado a duras penas pelo povo brasileiro para que o Estado possa utilizar os recursos do petróleo em benefício da população", disse em CUT em material à imprensa. 

Segundo a CUT, desde que assumiu o governo interino por meio de um golpe, o vice-presidente Michel Temer e sua equipe ministerial têm atuado para promover o desmonte de uma das principais empresas públicas do País. "Com Temer, a soberania das empresas estatais estão sob ameaça, atingindo novamente a democracia brasileira e o ataque aos direitos dos trabalhadores. A CUT, FUP e seus sindicatos filiados continuarão mobilizando a categoria e a sociedade brasileira em defesa da soberania nacional."

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247