CUTs do Nordeste estão preocupadas com a data da Greve Geral

O presidente da CUT Ceará, Wil Pereira, que participou da reunião do Fórum das CUTs da Região Nordeste, informou que a data marcada para a Greve Geral, no final de junho, foi considerada ruim, por coincidir com os tradicionais festejos juninos em toda a região o que dificultaria uma maior mobilização

O presidente da CUT Ceará, Wil Pereira, que participou da reunião do Fórum das CUTs da Região Nordeste, informou que a data marcada para a Greve Geral, no final de junho, foi considerada ruim, por coincidir com os tradicionais festejos juninos em toda a região o que dificultaria uma maior mobilização
O presidente da CUT Ceará, Wil Pereira, que participou da reunião do Fórum das CUTs da Região Nordeste, informou que a data marcada para a Greve Geral, no final de junho, foi considerada ruim, por coincidir com os tradicionais festejos juninos em toda a região o que dificultaria uma maior mobilização (Foto: Gisele Federicce)

O Fórum das CUTs da Região Nordeste está questionando a data marcada para a nova greve geral convocada para o próximo dia 30 de junho pelo conjunto das centrais nacionais - CUT, UGT, Força Sindical, CTB, Nova Central, CGTB, CSP-Conlutas, Intersindical, CSB e Pública- Central do Servidor.

Segundo o presidente da CUT Ceará, Wil Pereira, a data foi considerada muito ruim pois em muitos municípios dos estados nordestinos, o dia 29/06, uma quinta-feira, é dia de São Pedro, sendo feriado em muitos locais, o que dificultaria a mobilização para o dia 30. 

Com esse dado, o Fórum das 09 CUTs da Reunião Nordeste solicitou às entidades nacionais que avaliem a possibilidade de antecipação da data da greve geral e aguardam uma posição sobre o pedido.

De acordo com o calendário nacional, a mobilização deveria começar a partir de hoje (6) indo 23 de junho, com a realização de plenárias, assembleias e reuniões, em todo o Brasil, para a construção da greve. Para o dia 20 de junho estão previstas atividades de "esquenta greve geral" com atos e panfletagens das centrais sindicais, culminando no dia 30 de junho com a deflagração da greve geral.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247