Datafolha: com rejeição alta, Doria perde no segundo turno

A pesquisa Datafolha para o governo do estado de São Paulo aponta João Doria (PSDB) liderando o primeiro turno com 26% das intenções de voto seguido por Paulo Skaf (MDB), com 22%; o tucano, no entanto, é o campeão de rejeição (tem 34%) e, no segundo turno, perde para Skaf por 40% a 36%; os outros dois candidatos mais bem colocados na simulação de primeiro turno são Márcio França (PSB), que cresceu e chegou a 11%, e Luiz Marinha (PT), que também oscilou positivamente e chegou a 6%

Datafolha: com rejeição alta, Doria perde no segundo turno
Datafolha: com rejeição alta, Doria perde no segundo turno (Foto: World Economic Forum/Mattias Nutt | Flávio Florido/SEBRAE)

​​247 - A pesquisa Datafolha para o governo do estado de São Paulo aponta João Doria (PSDB) liderando o primeiro turno com 26% das intenções de voto seguido por Paulo Skaf (MDB), com 22%. O tucano, no entanto, é o campeão de rejeição (tem 34%) e, no segundo turno, perde para Skaf por 40% a 36%. Os outros dois candidatos mais bem colocados na simulação de primeiro turno são Márcio França (PSB), que cresceu e chegou a 11%, e Luiz Marinha (PT), que também oscilou positivamente e chegou a 6%.

Na reportagem do jornalista José Marques para o jornal Folha de S. Paulo, as linhas gerais da metodologia do instituto são apresentadas em primeiro plano: "a pesquisa Datafolha foi feita entre terça (18) e quarta-feira (19) com 2.032 pessoas, presencialmente, em 60 municípios do estado. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos". 

O segundo pelotão de concorrentes ao governo segue com Major Costa e Silva (DC), que tem 2% e Lisete Arelaro (PSOL), que também pontuou 2%. Toninho Ferreira (PSTU), Marcelo Candido (PDT), Prof. Claudio Fernando (PMN), Rodrigo Tavares (PRTB), Rogerio Chequer (Novo) e Lilian Miranda (PCO) —ela substituiu o colega de partido Edson Dorta - têm todos 1%. 

A pesquisa ainda mostra que 25% dos eleitores do estado não têm candidato, dado que representa a soma de brancos e nulos (17%) e de indecisos (8%).

Eduardo Suplicy (PT) segue na liderança isolada para o senado: ele tem 31%. 

Segundo a reportagem, "no segundo lugar, a disputa se embola. Mara Gabrilli (PSDB) subiu de 8% para 14%. Mário Covas Neto (Podemos) caiu de 18% para 12% e Major Olimpio se manteve com 11%. Maurren Maggi (PSB) tem 10% e Ricardo Tripoli (PSDB) está com 8%. O restante dos candidatos tem menos de 6%." 

 

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247