De cada 100 brasileiros que conhecem João Doria Júnior, 73 o rejeitam

Um dos dados mais interessantes da pesquisa Ipsos, divulgada neste domingo, é a rejeição ao prefeito de São Paulo, João Doria Júnior, que antecipou sua pré-campanha presidencial e fez um périplo pelo Nordeste para se tornar nacionalmente conhecido; embora apenas 71% dos brasileiros saibam quem ele é, sua rejeição já bateu em 55%; isso significa que se Doria fosse conhecido pelo universo de 100% da população, a rejeição iria a 73% e seria ainda maior do que a do ex-presidente Lula; os dados demonstram que quanto mais os brasileiros conhecem Doria, que tem adotado um discurso de ódio e intolerância contra Lula, mais o rejeitam; a pesquisa também revela que a estratégia agressiva de Doria, combinada com suas recorrentes faltas ao trabalho, tem sido um desastre

De cada 100 brasileiros que conhecem João Doria Júnior, 73 o rejeitam
De cada 100 brasileiros que conhecem João Doria Júnior, 73 o rejeitam

247 – O prefeito de São Paulo, João Doria Júnior, que praticamente abandonou a gestão da prefeitura de São Paulo para viajar pelo Brasil em sua pré-campanha presidencial, conseguiu se tornar um dos políticos mais rejeitados do Brasil.

De acordo com a pesquisa Ipsos divulgada neste domingo, ele é aprovado por apenas 19% dos brasileiros e rejeitado por 55%. Os dados, no entanto, são piores para o tucano, uma vez que só 71% da população nacional sabe quem ele efetivamente é.

Se Doria fosse conhecido por 100% dos brasileiros e sua média de aprovação e rejeição fosse mantida, os dados seriam desastrosos. De cada 100 brasileiros, nada menos que 73 o rejeitariam.

Ou seja: sua rejeição seria maior do que a do ex-presidente Lula, a quem Doria costuma chamar de "ladrão" e "vagabundo", e semelhante à da presidente deposta Dilma Rousseff, a quem Doria qualifica como "anta".

Os dados demonstram que quanto mais os brasileiros conhecem Doria, que tem adotado um discurso de ódio e intolerância, mais o rejeitam.

A pesquisa também revela que a estratégia agressiva de Doria, combinada com suas recorrentes faltas ao trabalho, tem sido péssima para ele e para a imagem do PSDB – sobre isso, leia o artigo A fascistização do PSDB por Doria.

Com uma rejeição de 73%, Doria consegue se sair um pouco melhor do que os demais tucanos, como José Serra, Geraldo Alckmin e Fernando Henrique Cardoso, além do vice-campeão em rejeição Aécio Neves, com 91% de avaliação negativa, mas nada suficiente para animar uma candidatura presidencial.

Confira, abaixo, os índices de rejeição dos políticos brasileiros:

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247