Delatado na Operação Lava Jato, Eunício Oliveira é o novo presidente do Senado

O senador Eunício Oliveira (PMDB-CE) é o novo presidente do Senado. Ele recebeu 61 votos, contra 10 do adversário, senador José Medeiros. Houve ainda 10 votos em branco; o novo presidente está entre os políticos citados nas delações da Operação Lava Jato

O senador Eunício Oliveira (PMDB-CE) é o novo presidente do Senado. Ele recebeu 61 votos, contra 10 do adversário, senador José Medeiros. Houve ainda 10 votos em branco; o novo presidente está entre os políticos citados nas delações da Operação Lava Jato
O senador Eunício Oliveira (PMDB-CE) é o novo presidente do Senado. Ele recebeu 61 votos, contra 10 do adversário, senador José Medeiros. Houve ainda 10 votos em branco; o novo presidente está entre os políticos citados nas delações da Operação Lava Jato (Foto: Fatima 247)

Ceará247 - Considerado um dos caciques do PMDB e um dos principais aliados do presidente Michel Temer, o senador cearense Eunício Oliveira (CE) foi eleito para a presidência do Senado nesta quarta-feira (1º), em sessão que começou por volta das 17h30, com mais de uma hora e meia de atraso. Em votação secreta, Eunício que se apresentava desde o início do processo como favorito, recebeu o voto de 61 senadores, do total de 81. O senador José Medeiros (PSD-MT) recebeu 10 votos. Foram registrados ainda 10 votos em branco. 

O novo presidente do Senado Federal está entre os políticos citados nas delações da Operação Lava Jato. Em acordo de delação premiada, o ex-vice-presidente de Relações Institucionais da Odebrecht, Cláudio Melo Filho, disse que a construtora pagou R$ 7 milhões a parlamentares para garantir a aprovação de uma medida provisória de interesse da companhia no Congresso. Um deles seria o peemedebista. Nas planilhas de pagamento de propina, Eunício é identificado como "Índio". O novo presidente do Senado disse, na época da divulgação das delações, que "jamais recebeu recursos para a aprovação de projetos ou apresentação de emendas legislativas".

Em seu primeiro discurso como presidente, Eunício Oliveira adotou um tom de conciliação. "Nós, senhoras e senhores senadores, vivemos pelo entendimento, vivemos pelo consenso aqui no Congresso Nacional, no coração da democracia. Aqui, cada voto tem o mesmo peso. Aqui, a independência, a autonomia, a dignidade e os grandes interesses da nação superam todos os nossos interesses e todos os nossos outros valores. Cabe a esta Casa a missão de, nesse momento, colaborar no esforço de unir o pais num projeto comum de desenvolvimento".

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247