Delegado especial vai apurar queda de aeronave

A direção da Polícia Civil de Alagoas designou um delegado especial para investigar o acidente com a aeronave da Segurança Pública que vitimou quatro militares; caso também será apurado por equipes do Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa); investigadores do órgão estão em Maceió colhendo dados para elucidar as causas do acidente; previsão é que o laudo saia dentro de um ano

A direção da Polícia Civil de Alagoas designou um delegado especial para investigar o acidente com a aeronave da Segurança Pública que vitimou quatro militares; caso também será apurado por equipes do Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa); investigadores do órgão estão em Maceió colhendo dados para elucidar as causas do acidente; previsão é que o laudo saia dentro de um ano
A direção da Polícia Civil de Alagoas designou um delegado especial para investigar o acidente com a aeronave da Segurança Pública que vitimou quatro militares; caso também será apurado por equipes do Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa); investigadores do órgão estão em Maceió colhendo dados para elucidar as causas do acidente; previsão é que o laudo saia dentro de um ano (Foto: Voney Malta)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Alagoas247 - Foi publicado no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira (25) uma portaria que designa um delegado especial para investigar, no âmbito da Polícia Civil, o acidente com a aeronave da Segurança Pública que vitimou, na última quarta-feira (23), quatro militares que estavam em serviço. 

De acordo com a portaria, o delegado Manoel Acácio Júnior ficará responsável pelas investigações do caso. Ele tem cinco dias para instaurar o procedimento e comunicar à Delegacia Geral de Polícia Civil. 

O acidente que vitimou o major CB Milton Carnaúba, o capitão PM Mário Henrique de Assunção, e os soldados Diogo Melo e Marcos de Moura Pereira, ambos da PM de Alagoas. Todos eles morreram carbonizados e foram sepultados ontem, com todas as honras militares. 

Além das investigações feitas pela Polícia Civil, o caso também será apurado por equipes do Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa). Investigadores do órgão estão em Maceió colhendo todas os indícios que possam ajudar a elucidar as causas do acidente. A previsão é que o laudo saia somente dentro de um ano.

Com gazetaweb.com

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247