Dengue: sobe o número de municípios com risco de surto

Entre janeiro e fevereiro, eram 20 municípios com risco ou alerta para surto de dengue. Hoje, de acordo com o último Boletim Epidemiológico da Secretaria de Saúde do Estado, são 48. Os municípios que mais preocupam são Canindé, Varjota e Baturité

Entre janeiro e fevereiro, eram 20 municípios com risco ou alerta para surto de dengue. Hoje, de acordo com o último Boletim Epidemiológico da Secretaria de Saúde do Estado, são 48. Os municípios que mais preocupam são Canindé, Varjota e Baturité
Entre janeiro e fevereiro, eram 20 municípios com risco ou alerta para surto de dengue. Hoje, de acordo com o último Boletim Epidemiológico da Secretaria de Saúde do Estado, são 48. Os municípios que mais preocupam são Canindé, Varjota e Baturité (Foto: Rodrigo Rocha)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Ceará 247 - 48 municípios cearenses estão em situação de risco ou de alerta para surto da dengue, de acordo com o último Boletim Epidemiológico da Secretaria de Saúde do Estado (Sesa). O número é 140% maior do que o registrado entre janeiro e fevereiro, quando 20 cidades se encontravam nesta situação.

Estão com maior risco de surto da doença os municípios de Canindé, Varjota, Baturité, Tauá, Hidrolândia e Coreaú. Os três primeiros ultrapassam a taxa de 12% de infestação predial. Conforme o Ministério da Saúde, o índice satisfatório é inferior a 1%. Reriutaba, Caucaia, Santa Quitéria, Cascavel, Pacatuba, Pires Ferreira, Maranguape, Pacajus, Irauçuba, Cariré, Juazeiro do Norte, Fortaleza e Aquiraz estão em estado de alerta.

Em Fortaleza, os casos estão concentrados principalmente na Regional VI, em bairros como Messejana, Jangurussu, Barroso e Conjunto Palmeiras, afirmou o gerente da Célula de Vigilância Ambiental e Riscos Biológicos, Nélio Morais. Por conta da proximidade com a Regional V, muitos casos são registrados nas áreas do José Walter e Siqueira.

Na próxima semana, a Secretaria Municipal de Saúde deve iniciar a operação com carros fumacê nas ruas das Regionais V e VI. "Já tivemos o fumacê trabalhando durante as férias e Carnaval. No entanto, agora ele será direcionado para aquelas áreas onde foram registradas a transmissão da dengue", destacou Morais.

(Com informações do Diário do Nordeste)

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247