Deputada propõe Plano de Quitação de casas da Cehop

A deputada estadual Silvia Fontes (PDT) apresentou ontem requerimento sugerindo ao governo estadual a criação do Plano de Quitação Estadual das casas que se encontram na carteira imobiliária da Companhia Estadual de Habitação e Obras Públicas (Cehop); segundo ela, só em Nossa Senhora do Socorro, 4,5 mil unidades habitacionais estão em situação irregular, com um saldo devedor elevado, o que tem deixado os seus moradores temerosos de que sejam despejados do imóvel; ela levará o caso ao governador Jackson Barreto

A deputada estadual Silvia Fontes (PDT) apresentou ontem requerimento sugerindo ao governo estadual a criação do Plano de Quitação Estadual das casas que se encontram na carteira imobiliária da Companhia Estadual de Habitação e Obras Públicas (Cehop); segundo ela, só em Nossa Senhora do Socorro, 4,5 mil unidades habitacionais estão em situação irregular, com um saldo devedor elevado, o que tem deixado os seus moradores temerosos de que sejam despejados do imóvel; ela levará o caso ao governador Jackson Barreto
A deputada estadual Silvia Fontes (PDT) apresentou ontem requerimento sugerindo ao governo estadual a criação do Plano de Quitação Estadual das casas que se encontram na carteira imobiliária da Companhia Estadual de Habitação e Obras Públicas (Cehop); segundo ela, só em Nossa Senhora do Socorro, 4,5 mil unidades habitacionais estão em situação irregular, com um saldo devedor elevado, o que tem deixado os seus moradores temerosos de que sejam despejados do imóvel; ela levará o caso ao governador Jackson Barreto (Foto: Valter Lima)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sergipe 247 - A deputada estadual Silvia Fontes (PDT) apresentou ontem requerimento sugerindo ao governo estadual a criação do Plano de Quitação Estadual das casas que se encontram na carteira imobiliária da Companhia Estadual de Habitação e Obras Públicas (Cehop). Segundo ela, só em Nossa Senhora do Socorro, 4,5 mil unidades habitacionais estão em situação irregular, com um saldo devedor elevado, o que tem deixado os seus moradores temerosos de que sejam despejados do imóvel.

“Conto com a sensibilidade do governador Jackson Barreto para que junto à Cehop possamos criar o Plano de Quitação. Nada é mais apavorante do que saber que esses moradores podem perder seu lar. Sabemos que o Estado não pode perdoar dívidas, mas isso não o impede de criar um plano viável para quitar esses débitos”, disse. A parlamentar relatou que chegou a seu conhecimento o caso de um morador que recebeu uma carta da Cehop cobrando a regularização do contrato e informando que seriam tomadas medidas legais cabíveis. “Sabemos que medidas são. Essas pessoas estão travando uma luta eterna tentando regularizar essa situação”, frisou.

A deputada lembrou que, em 1999, parte da carta imobiliária da Cehop foi vendida pelo então governador Albano Franco à Caixa Econômica Federal, que criou um plano de quitação, o que beneficiou os proprietários de parte das residências, que já se encontram em situação regular. A deputada estadual Maria Mendonça (PP) fez relato semelhante, lembrando a quitação de residências em conjuntos dos municípios São Cristóvão e Itabaiana, também durante o governo de Albano Franco.

Em aparte, o deputado estadual Padre Inaldo (PC do B) confirmou a situação de preocupação de moradores dos conjuntos Marcos Freire, João Alves e Albano Franco (todos em Socorro) em relação à quitação de seus lares. “Quer me somar a essa luta. Caminhamos em Socorro e acompanhamos o sofrimento das pessoas, anos e anos pagando as casas sem o direito à documentação”, disse ele. 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247