Deputado do PP usa verba em gráfica que não funciona

O deputado federal baiano Roberto Britto gastou dinheiro público da Câmara em uma gráfica que não existe há mais de um ano no endereço indicado na nota fiscal; levando em consideração o tempo que a loja física está sem funcionar, ele gastou R$ 115 mil da cota parlamentar com boletins informativos, de agosto do ano passado até agosto deste ano; parlamentar nega e diz que os serviços foram prestados

Deputado do PP usa verba em gráfica que não funciona
Deputado do PP usa verba em gráfica que não funciona

Bahia 247 - O deputado federal Roberto Britto (PP-BA) tem gastado dinheiro público em uma gráfica que não existe há mais de um ano no endereço indicado na nota fiscal eletrônica, disponibilizado pela Câmara dos Deputados. Levando em consideração o tempo que a loja física está sem funcionar, o deputado gastou R$ 115 mil da cota parlamentar com boletins informativos de atividade parlamentar, de agosto do ano passado até agosto deste ano. 

Segundo o site da Câmara, o progressista baiano destinou para a empresa Jato Gráfica Rápida R$ 70 mil em dezembro de 2017 e outros R$ 45 mil em abril deste ano. As notas fiscais, portanto, foram emitidas após a desativação do estabelecimento.

Roberto Britto negou qualquer irregularidade e garantiu que os serviços contratados junto à empresa foram prestados. “Eu encomendei e o serviço foi prestado. O material nós recebemos e distribuímos. A nota fiscal foi emitida”, explicou, segundo reportagem publicada no Bahia Notícias (leia aqui na íntegra).

 

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247