Deputado quer Frente Parlamentar em defesa da vaquejada

O objetivo do deputado estadual Danniel Oliveira (PMDB) é mobilizar o Legislativo, no sentido de manifestar a discordância com a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que declarou inconstitucional a Lei Estadual que regulamenta a prática.  “A vaquejada faz parte da cultura nordestina, influenciando na roupa que vestimos no dia-dia, nas gírias que usamos. É uma fonte de renda para milhares de brasileiros, principalmente os nordestinos”

O objetivo do deputado estadual Danniel Oliveira (PMDB) é mobilizar o Legislativo, no sentido de manifestar a discordância com a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que declarou inconstitucional a Lei Estadual que regulamenta a prática.  “A vaquejada faz parte da cultura nordestina, influenciando na roupa que vestimos no dia-dia, nas gírias que usamos. É uma fonte de renda para milhares de brasileiros, principalmente os nordestinos”
O objetivo do deputado estadual Danniel Oliveira (PMDB) é mobilizar o Legislativo, no sentido de manifestar a discordância com a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que declarou inconstitucional a Lei Estadual que regulamenta a prática.  “A vaquejada faz parte da cultura nordestina, influenciando na roupa que vestimos no dia-dia, nas gírias que usamos. É uma fonte de renda para milhares de brasileiros, principalmente os nordestinos” (Foto: Rodrigo Rocha)

Ceará247 - O deputado Danniel Oliveira (PMDB) comunicou nesta sexta-feira (14), que está dando entrada em requerimento na Casa, propondo a criação de Frente Parlamentar em defesa da vaquejada no Ceará. Segundo o parlamentar, o objetivo é mobilizar o Legislativo, no sentido de manifestar a discordância com a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que, na última semana, declarou inconstitucional a Lei Estadual nº 15.299/13, que regulamenta a prática da vaquejada no Estado.

Para o peemedebista, a decisão do STF foi preconceituosa e equivocada, prejudicando mais de 720 mil brasileiros que trabalham diretamente com o esporte. “A vaquejada faz parte da cultura nordestina, influenciando na roupa que vestimos no dia-dia, nas gírias que usamos. É uma fonte de renda para milhares de brasileiros, principalmente os nordestinos”, afirmou o deputado, em pronunciamento na Assembleia Legislativa.

Danniel Oliveira destacou ainda que é importante esclarecer para a população que as técnicas utilizadas hoje nas vaquejadas estão mais evoluídas, privilegiando a segurança dos animais participantes. “Hoje a vaquejada é um esporte seguro para todos, completamente ligado às famílias, com um ambiente saudável, e asseguro que não há mais maus-tratos aos animais”, salientou o parlamentar.

Os deputados Carlos Felipe (PCdoB) e Manoel Duca (PDT) também discordaram da decisão do STF, e se comprometeram a assinar o requerimento de Danniel Oliveira.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247