Deputado quer senha das contas do governo

Diante de um novo pedido de aprovação de empréstimo por parte do governo do Estado à Assembleia Legislativa, o deputado Hildécio Meireles, do PMDB, critica as solicitações "vultosas de financiamentos", e cobra as senhas de acesso ao Sistema Informatizado de Observação das Contas do Governo, utilizado pelo Tribunal de Contas do Estado; de acordo com o deputado, "não se pode mais aceitar que de forma atropelada, sem o devido debate, o parlamento continue dando autorização para que o governo tome o volume de financiamento sem a devida prestação de contas"

Hildécio Meireles
Hildécio Meireles (Foto: Romulo Faro)

Bahia 247 - Diante de um novo pedido de aprovação de empréstimo por parte do governo do Estado à Assembleia Legislativa, o deputado Hildécio Meireles, do PMDB, critica as solicitações "vultosas de financiamentos", e cobra as senhas de acesso ao Sistema Informatizado de Observação das Contas do Governo (Sistema Mirante), utilizado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCM), concedidas ao parlamento desde o outubro do ano passado, após documento protocolado por ele.

De acordo com o deputado, "não se pode mais aceitar que de forma atropelada, sem o devido debate, o parlamento continue dando autorização para que o governo tome o volume de financiamento sem a devida prestação de contas". "Antes de tudo, é preciso ter critérios claros para atender essas autorizações e que, acima de tudo, paremos de assinar cheques em branco", brada o peemedebista.

Hildécio afirma ainda que o ex-governador Jaques Wagner, em seus oito anos de gestão, pediu autorização e conseguiu empréstimos da ordem de R$ 17 bilhões, dos quais, segundo o peemedebista, entraram nos cofres públicos apenas R$ 8 bilhões.

"Já o atual governo em menos de dois anos de gestão já solicitou R$ 2,5 bilhões em financiamentos externos e obteve em seus cofres R$ 1,3 bilhões que vem de autorização da administração anterior e nós não sabemos onde esses recursos estão sendo aplicados. Apenas por uma rubrica de ordem genérica é dito estão sendo gastos em programas sociais. Por isso faço apelo à disponibilidade da senha", diz o deputado.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247