Deputados aprovam LDO, mas não entram em recesso

Os deputados aprovaram nas Comissões e no plenário Lei de Diretrizes Orçamentária para 2019, com alterações; entre as principais estão a previsão de concurso público na área da saúde para este ano e que as mendas impositivas dos parlamentares beneficiando entidades e cooperativas só serão permitidas se as mesmas forem reconhecidas como de utilidade pública na Assembleia

Deputados aprovam LDO, mas não entram em recesso
Deputados aprovam LDO, mas não entram em recesso

Piauí Hoje - A Lei de Diretrizes Orçamentária para 2019, aprovada horas antes na Comissão de Fiscalização e Controle, Finanças e Tributação da Assembleia Legislativa, foi votada em primeira e segunda votação e redação final no Plenário durante a sessão desta quarta-feira (11), junto com outras matérias contidas na pauta, como a que propõe a criação do Fundo Estadual de Segurança Pública do Estado do Piauí.

As deputadas Juliana Moraes Souza e Flora Izabel haviam pedido vistas da proposta, mas não apresentaram alteração no parecer do deputado Nerinho, relator da LDO na comissão, que teve a consultoria da Secretaria de Planejamento do Estado do Piauí e depois de ouvir todos os órgãos e Poderes.

As principais alterações na elaboração da LDO 2019 foi a previsão de concurso público estadual na área da saúde ainda para este ano e que as mendas impositivas dos deputados estaduais beneficiando entidades, cooperativas só serão permitidas se as mesmas sejam reconhecidas como de utilidade pública na Assembleia Legislativa do Estado.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Themístocles Filho, informou que o primeiro período de atividades legislativas será encerrado na próxima terça-feira (17) como prevê o Regimento Interno do Poder.

Metas 
De acordo com o PLDO/2019, as metas orçamentárias do próximo ano incluem o desenvolvimento humano com ênfase na saúde, educação e segurança, bem como o crescimento econômico com inclusão social. A previsão é de que o Produto Interno Bruto (PIB) do Piauí tenha um crescimento de 3% no ano que vem.

 

Ao vivo na TV 247 Youtube 247