Deputados aprovam parcialmente pacote de medidas do Governo

Deputados aprovaram na noite dessa terça-feira, dia 29, o pacote de medidas enviadas pelo Executivo para a Assembleia Legislativa que visam ao aumento da arrecadação e ao equilíbrio das contas do Estado; de acordo com as matérias aprovadas, haverá aumento do ICMS, que passará de 25% para 27% na circulação de alguns produtos; de 7% para 12% nas saídas de produtos comestíveis, bovinos, bufalinos e suínos, arroz e de derivados do leite; de 10% para 12% nos serviços de transporte aquaviário; de 5% para 7% nos serviços de transportes rodoviários de passageiros; de 17% para 18% nas operações internas com bebidas; novas alíquotas entram em vigor no primeiro dia de 2016

Deputados aprovaram na noite dessa terça-feira, dia 29, o pacote de medidas enviadas pelo Executivo para a Assembleia Legislativa que visam ao aumento da arrecadação e ao equilíbrio das contas do Estado; de acordo com as matérias aprovadas, haverá aumento do ICMS, que passará de 25% para 27% na circulação de alguns produtos; de 7% para 12% nas saídas de produtos comestíveis, bovinos, bufalinos e suínos, arroz e de derivados do leite; de 10% para 12% nos serviços de transporte aquaviário; de 5% para 7% nos serviços de transportes rodoviários de passageiros; de 17% para 18% nas operações internas com bebidas; novas alíquotas entram em vigor no primeiro dia de 2016
Deputados aprovaram na noite dessa terça-feira, dia 29, o pacote de medidas enviadas pelo Executivo para a Assembleia Legislativa que visam ao aumento da arrecadação e ao equilíbrio das contas do Estado; de acordo com as matérias aprovadas, haverá aumento do ICMS, que passará de 25% para 27% na circulação de alguns produtos; de 7% para 12% nas saídas de produtos comestíveis, bovinos, bufalinos e suínos, arroz e de derivados do leite; de 10% para 12% nos serviços de transporte aquaviário; de 5% para 7% nos serviços de transportes rodoviários de passageiros; de 17% para 18% nas operações internas com bebidas; novas alíquotas entram em vigor no primeiro dia de 2016 (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Tocantins 247 - Após parecer favorável das comissões de Constituição, Justiça e Redação, de Finanças, Tributação, Fiscalização e Controle e de Administração, Trabalho e Defesa do Consumidor, Desenvolvimento Urbano e Serviço Público, foi votado e aprovado parcialmente pelos deputados na noite dessa terça-feira, dia 29, o pacote de medidas enviadas pelo Executivo para a Assembleia Legislativa que visam ao aumento da arrecadação e ao equilíbrio das contas do Estado. As novas alíquotas entram em vigor no primeiro dia de 2016.

De acordo com as matérias aprovadas, haverá aumento do ICMS, que passará de 25% para 27% na circulação de alguns produtos; de 7% para 12% nas saídas de produtos comestíveis, bovinos, bufalinos e suínos, arroz e de derivados do leite; de 10% para 12% nos serviços de transporte aquaviário; de 5% para 7% nos serviços de transportes rodoviários de passageiros; de 17% para 18% nas operações internas com bebidas.

O imposto sobre Transmissão Causa Mortis e Doação de Quaisquer Bens ou Direitos (ITCD) também sofrerá reajuste de acordo com o valor do bem. O IPVA passará de 2% para 4%. As taxas do Detran também serão reajustadas, tais como renovação de CNH, transferência de propriedade, carteira de identidade, primeiro emplacamento, licenciamento anual, entre outros. As taxas relacionadas ao trânsito de animais dentro e fora do Estado do Tocantins também serão reajustadas junto à ADAPEC. (Com informações da Assembleia Legislativa)

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247