Derval de Paiva garante pré-candidatura em Palmas

O presidente regional do PMDB, Derval de Paiva, garantiu que é pré-candidato a prefeito de Palmas; "A indicação do meu nome já existe, mas não topo como projeto principal", afirmou Derval, mostrando-se preocupado com o número excessivo de pré-candidatos. "Já são 16 ou 17 nomes, uma verdadeira constelação", complementou; segundo ele, com este número de possíveis candidaturas e pelo fato de Palmas não ter reeleição, corre o risco de ser eleito um prefeito "sem legitimidade, com 15% dos votos"

O presidente regional do PMDB, Derval de Paiva, garantiu que é pré-candidato a prefeito de Palmas; "A indicação do meu nome já existe, mas não topo como projeto principal", afirmou Derval, mostrando-se preocupado com o número excessivo de pré-candidatos. "Já são 16 ou 17 nomes, uma verdadeira constelação", complementou; segundo ele, com este número de possíveis candidaturas e pelo fato de Palmas não ter reeleição, corre o risco de ser eleito um prefeito "sem legitimidade, com 15% dos votos"
O presidente regional do PMDB, Derval de Paiva, garantiu que é pré-candidato a prefeito de Palmas; "A indicação do meu nome já existe, mas não topo como projeto principal", afirmou Derval, mostrando-se preocupado com o número excessivo de pré-candidatos. "Já são 16 ou 17 nomes, uma verdadeira constelação", complementou; segundo ele, com este número de possíveis candidaturas e pelo fato de Palmas não ter reeleição, corre o risco de ser eleito um prefeito "sem legitimidade, com 15% dos votos" (Foto: Leonardo Lucena)

Tocantins 247 - O presidente regional do PMDB, Derval de Paiva, garantiu que é pré-candidato a prefeito de Palmas. "A indicação do meu nome já existe, mas não topo como projeto principal", afirmou Derval, mostrando-se preocupado com o número excessivo de pré-candidatos. "Já são 16 ou 17 nomes, uma verdadeira constelação", complementou

Segundo ele, com este número de possíveis candidaturas e pelo fato de Palmas não ter reeleição, corre o risco de ser eleito um prefeito "sem legitimidade, com 15% dos votos". Paiva disse que não quer ser “mais um pré-candidato” e vai conversar com todos os segmentos da oposição.

“Sei que tenho 99% da convergência do PMDB a meu favor, mas preciso conversar com os demais partidos, que têm bons nomes colocados na disputa. Ao contrário de outras eleições, desta vez temos nomes com base e história, por isso, precisamos conversar”, avaliou durante entrevista ao Cleber Toledo.

Na avaliação do peemedebista, o prefeito Carlos Amastha (PSB) conseguiu inovar em algumas ações, mas “foi muito pouco” e “cansou a sociedade”. “Só manter a cidade limpa é muito pouco para o momento que vive o Brasil. É preciso muito mais”, complementou.

Derval foi eleito deputado federal em 1990, suplente de deputado federal em 2002 e vice-prefeito da primeira gestão de Raul Filho em Palmas (2005-2008).

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247