Detentos fogem da Casa de Custódia em Teresina

Quatro detentos fugiram na madrugada desta quinta-feira (2) da Casa de Custódia de Teresina, situada na BR-316; de acordo com o Sindicato dos Agentes Penitenciários do Piauí (Sinpoljuspi) todos os presos eram do pavilhão H; "Os presos serraram as grades das celas e escalaram o muro com uma corda feita de lençóis (teresa). Segundo as informações, quando o policial militar percebeu os presos já estavam fugindo pela passarela e pularam o muro pela área de ampliação da Casa de Custódia", disse o diretor jurídico do Sinpoljuspi, Vilobaldo Carvalho

Quatro detentos fugiram na madrugada desta quinta-feira (2) da Casa de Custódia de Teresina, situada na BR-316; de acordo com o Sindicato dos Agentes Penitenciários do Piauí (Sinpoljuspi) todos os presos eram do pavilhão H; "Os presos serraram as grades das celas e escalaram o muro com uma corda feita de lençóis (teresa). Segundo as informações, quando o policial militar percebeu os presos já estavam fugindo pela passarela e pularam o muro pela área de ampliação da Casa de Custódia", disse o diretor jurídico do Sinpoljuspi, Vilobaldo Carvalho
Quatro detentos fugiram na madrugada desta quinta-feira (2) da Casa de Custódia de Teresina, situada na BR-316; de acordo com o Sindicato dos Agentes Penitenciários do Piauí (Sinpoljuspi) todos os presos eram do pavilhão H; "Os presos serraram as grades das celas e escalaram o muro com uma corda feita de lençóis (teresa). Segundo as informações, quando o policial militar percebeu os presos já estavam fugindo pela passarela e pularam o muro pela área de ampliação da Casa de Custódia", disse o diretor jurídico do Sinpoljuspi, Vilobaldo Carvalho (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Piauí Hoje - Quatro detentos fugiram na madrugada desta quinta-feira (2) da Casa de Custódia de Teresina, situada na BR-316. De acordo com o Sindicato dos Agentes Penitenciários do Piauí (Sinpoljuspi) todos os presos eram do pavilhão H e fugiram por volta das 2h30min.

"Os presos serraram as grades das celas e escalaram o muro com uma corda feita de lençóis (teresa). Segundo as informações, quando o policial militar percebeu os presos já estavam fugindo pela passarela e pularam o muro pela área de ampliação da Casa de Custódia", disse o diretor jurídico do Sinpoljuspi, Vilobaldo Carvalho.

De acordo com Vilobaldo Carvalho, a Casa de Custódia possui oito pavilhões e 13 guaritas na área superior dos pavilhões, porém, normalmente ficam apenas dois a três PMs permanentes para vigiar toda área.

Os presos fugitivos são Carlos Sousa Silva, natural da Bahia, acusado por tráfico de drogas; Anderson Teodoro Sousa e Vilmar Pedro Oliveira, naturais do Paraná e presos por roubo a banco; Leônidas da Silva Gomes preso por tráfico de drogas e residente da Vila Costa Rica, em Teresina. Com exceção de Vilmar, todos são da cela 19.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247