Detran formaliza adesão ao 'Maio Amarelo'

O Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran-BA) formalizou nesta quinta-feira sua adesão ao movimento 'Maio Amarelo', pela redução no número de acidentes de trânsito; o movimento surgiu em 2010 após uma resolução da Organização das Nações Unidas (ONU), que definiu a década de ações para reduzir o número de mortos e feridos em acidentes, no mundo, até 2020; "Já estamos na mídia e nas redes sociais, divulgando a mensagem que alerta para o comportamento do cidadão ao volante. Vamos realizar ações educativas na capital e em dez cidades do interior, para estimular a participação de toda a sociedade. Mais de 50 mil pessoas morrem em acidentes de trânsito, por ano, um número de assustador, que traz insegurança à população e precisa ser combatido", disse Bacelar

O Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran-BA) formalizou nesta quinta-feira sua adesão ao movimento 'Maio Amarelo', pela redução no número de acidentes de trânsito; o movimento surgiu em 2010 após uma resolução da Organização das Nações Unidas (ONU), que definiu a década de ações para reduzir o número de mortos e feridos em acidentes, no mundo, até 2020; "Já estamos na mídia e nas redes sociais, divulgando a mensagem que alerta para o comportamento do cidadão ao volante. Vamos realizar ações educativas na capital e em dez cidades do interior, para estimular a participação de toda a sociedade. Mais de 50 mil pessoas morrem em acidentes de trânsito, por ano, um número de assustador, que traz insegurança à população e precisa ser combatido", disse Bacelar
O Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran-BA) formalizou nesta quinta-feira sua adesão ao movimento 'Maio Amarelo', pela redução no número de acidentes de trânsito; o movimento surgiu em 2010 após uma resolução da Organização das Nações Unidas (ONU), que definiu a década de ações para reduzir o número de mortos e feridos em acidentes, no mundo, até 2020; "Já estamos na mídia e nas redes sociais, divulgando a mensagem que alerta para o comportamento do cidadão ao volante. Vamos realizar ações educativas na capital e em dez cidades do interior, para estimular a participação de toda a sociedade. Mais de 50 mil pessoas morrem em acidentes de trânsito, por ano, um número de assustador, que traz insegurança à população e precisa ser combatido", disse Bacelar (Foto: Romulo Faro)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bahia 247 - O Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran-BA) formalizou nesta quinta-feira (7) sua adesão ao movimento 'Maio Amarelo', pela redução no número de acidentes de trânsito. O diretor geral do órgão, Maurício Bacelar, e o arcebispo de Salvador e primaz do Brasil, dom Murilo Krieger, assinaram a carta compromisso do movimento, que surgiu em 2010, após uma resolução da Organização das Nações Unidas (ONU), que definiu a década de ações para reduzir o número de mortos e feridos em acidentes, no mundo, até 2020.

Dom Murilo disse que a Arquidiocese de Salvador estará empenhada em divulgar o 'Maio Amarelo' e fez um relato pessoal sobre o tema. "Perdi dois irmãos em acidentes de trânsito. Eles não estavam dirigindo e acabaram sendo vítimas de condutas irregulares de outras pessoas. A Igreja Católica está presente em todas as comunidades e vai ajudar na conscientização de que nós somos responsáveis pelo trânsito que temos", declarou.

O diretor do Detran anunciou a programação das atividades do movimento, cuja marca é um laço amarelo. "Já estamos na mídia e nas redes sociais, divulgando a mensagem que alerta para o comportamento do cidadão ao volante. Vamos realizar ações educativas na capital e em dez cidades do interior, para estimular a participação de toda a sociedade. Mais de 50 mil pessoas morrem em acidentes de trânsito, por ano, um número de assustador, que traz insegurança à população e precisa ser combatido".

Durante o evento, 60 entidades dos setores público e privado também aderiram ao 'Maio Amarelo', entre elas, a Câmara Municipal de Salvador, o Banco do Brasil, Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Concessionária Via Bahia, APLB Sindicato, Hemoba, Fundação Bradesco, Faculdade Rui Barbosa, Shopping Barra, Polícia Militar, Secretaria de Transportes de Camaçari, e Polícia Rodoviária Federal, além de associações ligadas ao transporte.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247