PUBLICIDADE

"Deus te dê o descanso eterno": filha postou homenagem ao pai três dias após ter mandado matá-lo, segundo a polícia

PUBLICIDADE

247 - A revelação do patricídio chocou a cidade de Naviraí, onde Paulo Sergio de Freitas Miranda, de 57 anos, era produtor rural. Chocou também Guairá, no Paraná, onde a família se formou e viveu a maior parte do tempo.

A acusada de mandar matá-lo é Dayane Claudino Miranda Marcos, que teria agido em concluio com o marido, Thiago. 

PUBLICIDADE

A inquérito relata que o primo do genro da vítima teria  foi o responsável por contratar dois pistoleiros, aos quais teria oferecido R$ 20 mil -- para cada um. A Mulher de Paulo Sergio, mãe de Dayane, também era um alvo, mas os bandidos não conseguiram matá-la.

O crime ocorreu em 21 de setembro, e a prisão de Dayane se deu esta semana. O marido dela já estava na cadeia desde 20 de outubro.

PUBLICIDADE

Os pistoleiros não chegaram a receber pelo crime. O único pagamento até então foram as armas usadas e um veículo, apreendido no Paraná, informa o G1.

Segundo outra filha da vítima, Nathaliê Claudino Miranda, Dayane afastada dos pais, desde agosto de 2020, devido a problemas familiares. 

PUBLICIDADE

“A gente já imaginava que fosse o marido da minha irmã, mas não imaginava que ela tivesse envolvimento. Só que conforme tudo foi acontecendo, quando eles chegaram no hospital, sabe quando você vai sentindo as pessoas? Eu fui observando muito minha irmã e ficamos desconfiados. E quando o marido dela foi preso, a gente achou que ela teria outra postura, mas ela continuava do lado dele”,  comentou Nathaliê.

Na homenagem ao pai, três dias após mandar matá-lo, Dayane escreveu, acima de fotos que a mostravam os dois juntos:

PUBLICIDADE

"Luto pai! Quero lembrar de vc assim, que Deus te dê o descanso eterno (sic)".

 


O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE