Devedores do Detran serão inscritos na Dívida Ativa

A partir desta quinta-feira (1º), cerca de seis mil inadimplentes devem ser notificados por correspondência e terão o prazo de 30 dias para regularização; contribuintes inscritos na Dívida Ativa ficam proibidos de transacionar com as repartições públicas estaduais, obter qualquer tipo de incentivo ou benefício e têm seus nomes lançados no SPC e Serasa; o presidente do órgão, José Taveira Rocha, calcula uma dívida total de R$ 100 milhões, e espera recuperar cerca de R$ 20 milhões

Devedores do Detran serão inscritos na Dívida Ativa
Devedores do Detran serão inscritos na Dívida Ativa
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Goiás247_ O Departamento Estadual de Trânsito de Goiás (Detran-GO) inicia o processo de inscrição na Dívida Ativa de débitos não pagos no prazo legal, relativos à taxa de licenciamento anual de veículos, multas por infrações de trânsito e diárias de estacionamento dos veículos irregulares recolhidos nos pátios da sede do órgão e das Circunscrições Regionais de Trânsito (Ciretrans). A partir desta quinta-feira (1º), cerca de seis mil devedores devem ser notificados por correspondência – Avisos de Recebimento (ARs), e terão o prazo de 30 dias para regularização. A partir desse prazo, não quitado o débito, o contribuinte será inscrito na Dívida Ativa.

Juntamente com a notificação, o contribuinte receberá o boleto para efetuar o pagamento. Ele também poderá acessar o detalhamento do débito digitando o número do processo no site do Detran-GO (aqui). Caso os contribuintes não sejam localizados por meio dos endereços cadastrados junto ao Detran-GO, a relação dos nomes será publicada em edital no Diário Oficial do Estado para que seja dado andamento ao processo.

Os inscritos na Dívida Ativa ficam proibidos de transacionar com as repartições públicas estaduais, inclusive autarquias, e de obter qualquer tipo de incentivo ou benefício fiscal instituído por programas de fomento ao desenvolvimento do Estado, além de ter seus nomes lançados no Serviço de Proteção de Crédito (SPC) e na Serasa. Os inadimplentes também não poderão fazer a transferência do veículo e, se forem parados em uma blitz, terão o veículo apreendido.

O presidente do Detran-GO, José Taveira Rocha, explica que a cobrança da Dívida Ativa é um anseio antigo do órgão, que só foi possível se concretizar devido ao apoio recebido do secretário da Fazenda, Simão Cirineu, da equipe de tecnologia da informação e da advocacia autárquica do Detran. “A cobrança da Dívida Ativa é o primeiro fruto concreto do processo de modernização. Ela será totalmente digital. Isso só foi possível porque, recentemente, mudamos nosso sistema de tecnologia da informação. Temos por certo que a profissionalização e organização das carreiras jurídicas das autarquias e fundações será o próximo passo decisivo para o sucesso desta iniciativa”, enfatiza.

A novidade também alinha as ações do Detran para cumprir as metas estabelecidas pelo Plano de Ação Integrada de Desenvolvimento (PAI). Com a iniciativa o DETRAN/GO cumpre integralmente, e no prazo fixado, o acordo de resultados firmado com a Secretaria de Gestão e Planejamento, no que diz respeito às medidas necessárias ao incremento da recuperação de receitas.

Estima-se que o total a receber ultrapasse R$ 100 milhões, referente aos últimos cinco anos. A partir do envio das notificações, a expectativa é arrecadar pelo menos 20% do valor da dívida. O presidente destaca que, nesse primeiro momento, uma pequena parcela dos inadimplentes serão notificados. “Vamos acompanhar o efeito dessa medida de modo a medir sua efetividade, validar os procedimentos técnicos adotados e impacto nas estruturas de atendimento ao público do Detran”, argumenta José Taveira.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247