Dilma aumenta limite de desconto em folha para crédito

Presidente Dilma Rousseff sancionou lei que eleva de 30 para 35 por cento o limite do desconto em folha para o pagamento de crédito consignado, sendo que os 5 ponto percentuais adicionais só poderão ser usados no pagamento das dívidas feitas no cartão de crédito; em maio, ela vetou uma proposta que elevava para 40 por cento o limite argumentando que a elevação poderia comprometer a renda das famílias, além de aumentar a inadimplência

A presidente Dilma Rousseff preside a cerimônia de Lançamento do Ano Olímpico do Turismo (Antonio Cruz/Agência Brasil)
A presidente Dilma Rousseff preside a cerimônia de Lançamento do Ano Olímpico do Turismo (Antonio Cruz/Agência Brasil) (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

SÃO PAULO (Reuters) - A presidente Dilma Rousseff sancionou lei que eleva de 30 para 35 por cento o limite do desconto em folha para o pagamento de crédito consignado, sendo que os 5 ponto percentuais adicionais só poderão ser usados no pagamento das dívidas feitas no cartão de crédito.

Em maio, Dilma havia vetado uma proposta que elevava para 40 por cento o limite de desconto em folha para o crédito consignado, argumentando que a elevação poderia comprometer a renda das famílias, além de aumentar a inadimplência.

(Por Luciana Bruno)

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247