Dilma enfrenta vaias e entrega taça ao capitão Lahm

Presidente Dilma Rousseff (PT) não se intimidou com as vaias e xingamentos do jogo de abertura da Copa do Mundo e confirmou o que havia prometido: assistiu ao jogo final da Copa, no Maracanã, neste domingo (13) e entregou a taça à Seleção Alemã, agora tetra campeã; mesmo sendo alvo de novas vaias e até xingamentos, como era esperado, Dilma cumpriu o ritual dos chefes de Estado no Mundial e participou da solenidade de premiação

www.brasil247.com - Presidente Dilma Rousseff (PT) não se intimidou com as vaias e xingamentos do jogo de abertura da Copa do Mundo e confirmou o que havia prometido: assistiu ao jogo final da Copa, no Maracanã, neste domingo (13) e entregou a taça à Seleção Alemã, agora tetra campeã; mesmo sendo alvo de novas vaias e até xingamentos, como era esperado, Dilma cumpriu o ritual dos chefes de Estado no Mundial e participou da solenidade de premiação
Presidente Dilma Rousseff (PT) não se intimidou com as vaias e xingamentos do jogo de abertura da Copa do Mundo e confirmou o que havia prometido: assistiu ao jogo final da Copa, no Maracanã, neste domingo (13) e entregou a taça à Seleção Alemã, agora tetra campeã; mesmo sendo alvo de novas vaias e até xingamentos, como era esperado, Dilma cumpriu o ritual dos chefes de Estado no Mundial e participou da solenidade de premiação (Foto: Valter Lima)


247 - A presidente Dilma Rousseff (PT) não se intimidou com as vaias e xingamentos do jogo de abertura da Copa do Mundo e confirmou o que havia prometido: assistiu ao jogo final da Copa, no Maracanã, neste domingo (13) e entregou a taça à Seleção Alemã, agora tetra campeã. Mesmo sendo alvo de novas vaias e até xingamentos - todos em menor escala do que na abertura -, Dilma cumpriu o ritual dos chefes de Estado no Mundial e participou da solenidade de premiação.

Dilma acompanhou toda a partida final da Copa ao lado da chanceler alemã Angela Merkel. Ao final do jogo se dirigiu até o palanque para a cerimônia de entrega do troféu do Mundial. Ao aparecer no telão foi vaiada pela primeira vez. Ao final, quando entregou a taça ao jogador alemão, ela voltou a ser vaiada e também xingada. O som das vaias se misturava à celebração da torcida. Mesmo visivelmente incomodada com a reação da plateia, que já era esperada, Dilma enfrentou a situação e cumpriu sua obrigação como mandatária do país. Ao anunciar que participaria da festa de encerramento, a Dilma afirmou que encarava vaias como "ossos do ofício"

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email