Dilma faz ofensiva na TV para defender Copa

Presidente inicia nesta terça-feira uma série de entrevistas a emissoras de televisão, começando pela Bandeirantes, seguida por Record e SBT; conversa com a Globo deve ser marcada para a semana que vem; objetivo é reforçar o que Dilma tem dito em seus últimos discursos: tranquilizar a população e garantir aos turistas e às delegações que o Brasil está preparado para sediar o evento; ontem, ao receber a taça da Copa do Mundo, em cerimônia em Brasília, ela pediu esforço dos brasileiros para realizar a "melhor Copa da história"

Presidente inicia nesta terça-feira uma série de entrevistas a emissoras de televisão, começando pela Bandeirantes, seguida por Record e SBT; conversa com a Globo deve ser marcada para a semana que vem; objetivo é reforçar o que Dilma tem dito em seus últimos discursos: tranquilizar a população e garantir aos turistas e às delegações que o Brasil está preparado para sediar o evento; ontem, ao receber a taça da Copa do Mundo, em cerimônia em Brasília, ela pediu esforço dos brasileiros para realizar a "melhor Copa da história"
Presidente inicia nesta terça-feira uma série de entrevistas a emissoras de televisão, começando pela Bandeirantes, seguida por Record e SBT; conversa com a Globo deve ser marcada para a semana que vem; objetivo é reforçar o que Dilma tem dito em seus últimos discursos: tranquilizar a população e garantir aos turistas e às delegações que o Brasil está preparado para sediar o evento; ontem, ao receber a taça da Copa do Mundo, em cerimônia em Brasília, ela pediu esforço dos brasileiros para realizar a "melhor Copa da história" (Foto: Gisele Federicce)

247 – A presidente Dilma Rousseff inicia nesta terça-feira 3 uma ofensiva na televisão para defender a Copa do Mundo. Ela usará, em entrevistas que serão concedidas à Bandeirantes, à Record e ao SBT, as mesmas defesas que têm feito em seus discursos recentes. A entrevista à Globo deve ser concedida na próxima semana.

O objetivo é garantir às delegações e aos turistas do mundo todo que o País está preparado para realizar o evento. Dilma ressaltará a qualidade dos 12 estádios que serão palco dos jogos da competição e as obras de infraestrutura realizadas nas cidades-sede, como melhorias em aeroportos e mobilidade urbana.

Na estratégia do Planalto existe ainda a intenção de tranquilizar a população em tempos de ameaças de protestos e conluio de black blocs com a facção criminosa PCC, a fim de provocar caos durante o Mundial. A presidente vai fazer um esforço para motivar todos em um clima de comemoração e torcida pela seleção.

Nesta segunda-feira, em Brasília, em cerimônia em que recebeu a taça da Copa do Mundo das mãos do presidente da Fifa, Joseph Blatter, Dilma pediu o esforço dos brasileiros para realizarmos a "melhor Copa da história". A presidente também tem apelado com frequência para que a população coloque em prática sua conhecida hospitalidade com os visitantes.

Na noite desta terça-feira, Dilma receberá correspondentes estrangeiros para jantar no Palácio da Alvorada. Também como parte do esforço de relacionamento com a mídia esportiva, ela se encontrou, em maio, com editores de esporte de jornais, revistas e TV e ainda comentaristas esportivos.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247